FACEBOOK E CELULAR EM EXCESSO PODE CAUSAR DOENÇAS.


Uma série de transtornos mentais distintos ligados diretamente ao uso da tecnologia digital surge com a evolução dos aparelhos eletrônicos. Algumas dessas desordens são novas versões de aflições antigas, enquanto outras são completamente novas.
 
Síndrome do toque fantasma: Quando você pensa que seu celular está vibrando, mas não está. Segundo o autor do livro iDisorder, Larry Rosen, 70% dos usuários intensivos de dispositivos móveis já relataram ter experimentado a sensação. Isso acontece graças a mecanismos de resposta perdidos em nossos cérebros. "Nós configuramos o nosso mundo social para girar em torno dessa pequena caixa em nosso bolso. Então, sempre que sentimos um formigamento, recebemos uma explosão de neurotransmissores do nosso cérebro que podem causar tanto ansiedade quanto prazer e nos preparam para agir. Mas, em vez de achar que é uma coceira, reagimos como se fosse o telefone que temos que atender prontamente", explica o estudioso em entrevista ao TechHive.com.
 
Nomophobia: Ansiedade que surge por não ter acesso a um dispositivo móvel. O termo é uma abreviatura de "no-mobile phobia" (medo de ficar sem celular). A condição foi foco da edição mais recente do Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders (DSM-5 ou Manual Diagnóstico e Estatístico de Distúrbios Mentais) e levou a um programa de tratamento dedicado à Nomophobia no Centro de Recuperação Morningside em Newport Beach, na Califórnia. "Você vê as pessoas pegarem seus celulares e dois minutos depois fazerem a mesma coisa, mesmo que nada tenha ocorrido. Isso é impulsionado pela ação reflexa, bem como pela ansiedade para se certificar de que não ter perdido nada. É tudo parte da reação Fomo (Fear Of Missing Out ou medo de estar perdendo algo)”, afirma Rosen.
 
Depressão de Facebook: Causada por interações sociais ou pela faltas delas na rede social. Estudo da Universidade de Michigan mostra que o grau de depressão entre jovens corresponde diretamente ao tempo que eles gastam no Facebook. Uma possível razão é que as pessoas tendem a postar apenas boas notícias sobre si mesmos na rede social, como férias ou promoções. Assim, seria possível acreditar que todos são mais felizes e bem-sucedidos que você. O pesquisador Rosen também conduziu um estudo sobre o estado emocional dos usuários do Facebook e identificou que realmente há uma relação entre o uso da rede social e problemas emocionais como depressão. Os usuários que possuem um grande número de amigos no Facebook mostraram ter menor incidência de tensão emocional. O risco também diminuiu quando o uso da mídia social é combinado com outras formas de comunicação, como falar ao telefone

Contribuição de:Publicidade da depressão.
FACEBOOK E CELULAR EM EXCESSO PODE CAUSAR DOENÇAS. FACEBOOK E CELULAR EM EXCESSO PODE CAUSAR DOENÇAS. Reviewed by Vitor Lessa on quinta-feira, outubro 31, 2013 Rating: 5

Nenhum comentário

Filmes