O corredor da morte: O que acontece nas primeiras 24 horas.



Alguma vez na sua vida, você procurou saber ou teve curiosidade sobre como acontecia em outros países o processo que acontece quando alguém é condenado a morte? A verdade é que uma das ultimas coisas que acontece é a escolha do método a ser usado, sabia? Antes disso muitas outras coisas acontecem. E hoje, eu irei compartilhar um pouco destas coisas com vocês.

No estado da Califórnia e em outros 27 estados americanos existem a pena de morte para diversos fatores, e por esse mesmo motivo esses estados são considerados "ótimos" para se viverem, por que são neutros em termos de violência, embriaguez no trânsito, brigas atoas no meio da rua, ou trafico de drogas.

Assim que uma pessoa é condenada a morte, ela é levada para uma cela a onde ela passará todo o período restante de sua vida até que chegue o dia da execução. Na maioria das vezes o preso é separado com intervalos de um a dois meses de diferença do dia da sentença, ou seja: Se o condenado está com morte prevista para 19/01/2015, ele será transferido para cela solitária no dia 19/12/2014 (com um mês de antecedência), podendo até acontecer antes. Tudo depende do seu julgamento.

Antes de ser colocado em uma Cela para aguardar os dias passarem, o condenado é revistado minuciosamente até que os guardas da cela tenham total certeza de que ele está desarmado e não irá tentar agredi-los ou tentar suicídio. O condenado tem direito a : Banhos diários como qualquer outro preso, refeições normais de acordo com o cardápio da prisão até o dia de sua morte (no dia, ele pode escolher  sua ultima refeição e comer algo diferente preparado pelo cozinheiro da penitenciaria).

Durante todo o tempo que o prisioneiro passa dentro da cela, eu não tem contato algum com o mundo de fora. Nem telefonema, nem cartas, nem visitas. A unica pessoa com quem ele tem contatos rápidos é com o guarda que faz entrega de suas refeições, ele também não tem direito a sair para tomar banho, sua cela já vem com um para que ele não tenha que sair dali.

No dia em que chega o dia marcado para sua execução ele é retirado da sala por alguns guardas com proteções específicas nas regiões do: Torax, pescoço, joelhos, e genitais. A família do condenado não tem permissão legal para poder assistir a execução, geralmente uma platéia é formada para assistir, simplesmente por que na  certidão de óbito obtida pelo estado deve constar testemunhas que comprovem que viram o ato, e o corpo já sem vida.

As testemunhas podem  ser civis aleatórios, testemunhas selecionadas pela vítima, ou amigos do réu.

Nos últimos dias: Os últimos dias são sempre os mais angustiantes para quem está prestes a morrer. Algumas pessoas acostumam-se facilmente com a ideia de partir desta vida para uma melhor (ou nem tão melhor assim), outras demoram para se adaptar com a ideia. Quando faltam duas horas para execução o réu tem direito a um ultimo telefonema (sendo para quem quiser), um banho rápido e a ultima refeição.

A ultima refeição é uma cortesia oferecidas por poucos estados dos EUA. Alguns lugares já não permitem mais que o condenado escolha o que quer comer, e acabam comendo antes de sua execução aquilo o que estiver sendo servido no refeitório da penitenciária. Já outras prisões dão um limite valor de R$15, R$40, ou em casos muito raros: O Individuo ganha absolutamente tudo o que pede para comer.



Se você pudesse ter uma ultima refeição (se fosse este o caso), o que você pediria? Ou será que a ideia de saber que vai ser executado em poucas horas não abre seu apetite? Não deveria abrir o de ninguém.

Acredite ou não a forma como o réu irá morrer só é escolhida pelo próprio réu duas horas antes de sua execução. Ele tem as seguintes opções: Ele poderia optar por morrer enforcado, morrer asfixiado, morrer com uma injeção letal, ou morrer na câmara de gás.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.