O presente

Jason acabou de perder o avô bilionário que sempre odiou e estava certo de que não herdaria nada. Mas se enganou: Red Stevens (James Garner) deixou 12 tarefas para Jason, ao fim das quais ele será avaliado e, se merecer, terá direito ao que Red chama de o maior de todos os presentes. Cada uma dessas tarefas tem o objetivo de promover alguma mudança em Jason, mas nenhuma terá direito ao que Red chama de o maior de todos os presentes. Cada uma dessas tarefas tem o objetivo de promover alguma mudança em Jason, mas nenhuma terá tanta força quanto o encontro casual com a pequena Emily (Abigail Breslin).


Talvez falar sobre determinadas obras cinematográficas, não é tão fácil o quanto parece. Como sempre, a ideia não é original, trata-se de uma adaptação do livro de Jim Stovall lançado no ano de 2007 com o título "The Ultimate Gift". 

A obra de Jim Stovall tem uma proposta interessante. Ao se referir ao humano, Jim fala do comportamento, do sentimento, dos feitos, dos abandonos e das decisões que um ser humano tem que tomar na sua vida, quando seus caminhos se fecham e suas saídas ficam ainda menores, ou difíceis de se encontrar, afinal, existem problemas que não possuem uma solução. 

O personagem principal desta obra é Jason - Jovem, mimado, favorecido, doente pelas regalias e obstinado pelo dinheiro e pelos prazeres proporcionados pela superficialidade de uma vida que não tem muito à oferecer, não naquele momento -. 

Para saber detalhes sobre o filme, takes, e comentários clique aqui. 

Jason acaba de perder seu avô, uma pessoa que logo no início do livro e do filme, percebe-se que não o agradava muito devido à uma sequência de acontecimentos. Jason sempre teve tudo na mão por ser de uma família extremamente poderosa em quesitos monetários, e nunca precisou trabalhar por um dia se quer na sua vida para conquistar alguma coisa, sempre teve tudo com muita facilidade.

A proposta do filme é quebrar as barreiras impostas pelos paradigmas da sociedade com relação a visão extremista de que tudo é extremamente fácil, de que tudo vem e vai na mesma facilidade com a que chegou.

Existem doze dons que todos nós precisamos conhecer, e que são a proposta "x" deste filme. 

Quando o avô de Jason faleceu, ele não deixou em seu espolio que fosse necessário o neto gostar dele para usufruir dos bens, mas que passasse por uma lista de doze tarefas estipuladas por ele para que de fato, Jason possa conquistar o que ele mais ama na vida: Dinheiro.

As tarefas consistem nos doze dons que o ser humano necessita conhecer para formar o seu caráter, a sua dignidade, e os frutos adormecidos dentro de si, sendo eles:

  • O Dom do Trabalho
  • O Dom do Dinheiro
  • O Dom da Amizade
  • O Dom da Aprendizagem
  • O Dom dos Problemas
  • O Dom da Família
  • O Dom de Sorrir
  • O Dom de Sonhar
  • O Dom de Oferecer
  • O Dom da Gratidão
  • O Dom do Dia Perfeito
  • O Dom do Amor

Nunca foi tão difícil conquistar mais dinheiro, nunca foi tão difícil abrir mão de determinadas coisas para conseguir outras, nunca foi tão difícil tentar ser diferente, ou tentar fazer outras coisas para conquistar resultados. 

Não é possível relacionar este filme com outras obras cinematográficas, por que eu não conheço nenhuma que fale dos valores humanos como as que foram expressas neste roteiro. Como proceder com o nosso sentimental, com nossas vidas limitadas e com nossos pensamentos cheios de nós mesmos quando um filme destes surge? Como?

O último presente, é o primeiro que você irá receber em agosto - E creio eu, o "derradeiro" e a chave para a respostas que você procura em si. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.