PRECISAMOS FALAR SOBRE O KEVIN

REPRODUÇÃO


Precisamos falar sobre o Kevin não é apenas um filme, é todo um estudo dentro de um roteiro baseado em pensamentos que podemos dizer, circulares.

Kevin é um garoto que cresceu em uma família muito atenciosa e dedicada, mas desde sempre se mostrou indiferente para com os outros membros de sua família. No inicio do filme é possível observar uma cena extremamente parecida com um banho de sangue e está foi a chave para desencadear o inicio da história de um garoto que tinha tudo para dar certo, mas aparentemente não deu.

REPRODUÇÃO


Você percebe que algo em sua vida deu errado quando você cria um filho que aparentemente não liga para seus esforços e nem para nada do que você tente fazer, Kevin não é um garoto qualquer ele é auto-suficiente, extremamente inteligente e reservado.

Podemos tirar algumas conclusões sobre o enredo de início, ainda mais levando em consideração o comportamento do protagonista com os pais e sua reação com a chegada de um novo membro na família - sua irmã.

Cogitei a possibilidade de Kevin sofrer de Sociopatia (ou psicopatia) e...Bingo:

Psicopatia é um transtorno de personalidade descrito no DMS-IV-TR, caracterizado pelo comportamento impulsivo do indivíduo afetado, desprezo por normas sociais, e indiferença aos direitos e sentimentos dos outros. Na classificação internacional de doenças (CID), este transtorno é chamado de "transtorno de personalidade antissocial". Na população em geral, as taxas dos transtornos de personalidade podem variar de 0,5% a 3%, subindo para 45-66% entre presidiários.

Em geral Transtorno de personalidade caracterizado pelo sentimento de desprezo por obrigações sociais ou falta de empatia para com os outros. Há um desvio considerável entre o comportamento e as normas sociais estabelecidas. O comportamento não é facilmente modificado pelas experiências adversas, inclusive pelas punições. Existe uma baixa tolerância à frustração e um baixo limiar de descarga da agressividade, inclusive da violência. Existe uma tendência a culpar os outros ou a fornecer racionalizações plausíveis para explicar um comportamento que leva o sujeito a entrar em conflito com a sociedade.


Punições


Há quem diga aquele velho ditado: Os filhos pagam pelos pecados dos pais, mas não neste filme.

Eva trabalha e luta para manter sua casa em ordem e dividir sua atenção com seus filhos e marido, porém seus esforços são vãs com seu filho Kevin.

Em momento algum Kevin é punido por ter sido grosseiro ou ter feito algum ato de desagrado dos pais, nem mesmo a falta de amor para com sua irmã mais nova. 

Há uma parte no filme em que Eva leva Kevin para jogar golfe em um clube e começa a reparar de forma exacerbada nos frequentadores do local e se sentir incomodada com a aparência física de alguns fazendo determinados comentários inadequados procurando diminuir aquele ser, então Kevin ouve atenciosamente os comentários e diz para mãe:

- Tem horas que você é má, muito má
- Mas você não pode me julgar
- Posso, eu posso. Com quem você acha que eu aprendi?

Será mesmo que durante todo o contexto apresentado a mãe se mostrou maldosa para com o próximo além desta cena? Ou Kevin de fato é um sociopata e seu destino não pode ser mudado?

Alguns outros diagnósticos da sociopatia são:

1. Comportamento sexual exacerbado e inadequado, via de regra com vários parceiros sem nenhuma ligação afetiva;

- Kevin é pego se masturbando pela mãe e nem a presença da mesma o incomoda ou o faz parar o ato que se mantem até que ela mesmo se retire do ambiente.

2. Agressividade com os animais domésticos;
- Kevin mata o animal de estimação da irmã o colocando dentro do centrifugador da pia.

3. Existem evidências do transtorno com início antes dos quinze anos de idade;
- O filme mostra a vida de Kevin e de toda a sua impulsividade desde o berço;

4. Desrespeito irresponsável pela segurança própria ou alheia;
- Kevin por vezes não se importa em aspecto algum com a segurança da irmã menor.

O psicopata é difícil de ser identificado prontamente pois geralmente não demonstra todos os sintomas descritos (DSM) de uma vez só. Pode ser uma pessoa comum que convive diariamente com as demais. Quando cometem algum tipo de ato inaceitável ou violento, frequentemente as pessoas ao seu redor ficam surpresas e têm dificuldade em acreditar nesses relatos. Entretanto, em contraste com tais características, um ponto muito comum entre todos os psicopatas é o ambiente intra familiar marcado por diversos e extensos conflitos; todo psicopata tem um histórico de ambiente familiar conturbado, permeado por constantes discussões e brigas.

A mãe de Kevin não se mostra conformada em momento algum durante o enredo e seu desenvolvimento, ela não acredita que o filho possa ser como é e que ela não tem nada que possa mudar isso.


Opinião e crítica

Kevin se parece em todos os pontos com o personagem "Alex" de Laranja mecânica, ambos possuem características muitos semelhantes, entre elas podemos destacar:

1. Não se importar com o mundo ao seu redor;
2. Péssimo relacionamento com os familiares;
3. Facilidade de manipulação;
4. Não apresentar de fato todos os sinais que envolvem a psicopatia.

É realmente incrível como o filme nos leva a pensar sobre questões que se pensadas com superficialidade não serão compreendidas em sua totalidade, pois exigem um grau de profundidade de estudo e atenção redobrada durante as cenas, até mesmo por que Kevin não teve nada em sua vida que o levasse a se tornar um sociopata mas isso ainda sim aconteceu e os motivos não estão explícitos já que o filme não é um documentário, você precisa se informar para ficar por dentro e obter determinadas respostas.


Filme Completo na íntegra




Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.