Header Ads

10 Dicas para quem quer publicar seu primeiro livro

GOOGLE IMAGES

SIM - É lindo abrir a página de uma editora aleatória e ficar vendo as fotos do lançamento do livro de um autor "x", e mais lindo ainda quando este autor está lançando o seu primeiro livro, é como se enxergássemos a nós mesmos naquela posição algum dia.

Pensando na quantidade de editoras disponíveis no mercado, na quantidade de oportunidades que aparecem a todo momento e nas grandes ideias que surgem todos os dias por ai - Decidimos por vez escrever uma matéria que dê dicas, sugestões e conselhos para os escritores do amanhã. As dicas foram pensadas com todo carinho do mundo e sugerida - a maior delas - por editoras parceiras, então fique de olho, hein? 

Porém existem alguns pontos que precisamos conversar antes de vocês lerem algumas dicas para publicação do livro de vocês. Sendo elas:


  1. Certifique-se de que a ideia seja inteiramente original, e que não haja nela nenhum viés de outrem, em outras palavras, não deixem que a inspiração que você tenha por outros autores influenciem diretamente na sua escrita, isso muita das vezes torna a leitura previsível demais, porém, você lerá mais a seguir.
  2. É necessário estar ciente de que você não ficará nem rico e nem famoso do dia para noite. A  escrita e o mundo das publicações é um campo minado a onde só sobrevivem aqueles que realmente amam a escrita e estão prontos para dar suas vidas por ela. 
  3. Escolha uma editora que você admira para publicar seu livro, assim a comunicação com o editor e com os profissionais envolvidos ficará mais fácil de lidar.
  4. Não desanime com as possíveis falhas, elas podem ser corrigidas em uma segunda versão do livro - caso você esteja interessado, claro -.
A leitura de todos os bons livros é uma conversação com as mais honestas pessoas dos séculos passados. - René Descartes

1. Uma ideia original é crucial. Sim, meio óbvio, não? Porém ainda existem pessoas que insistem em escrever seu primeiro livro inspirado em outras obras, não, não importa se você só se inspirou, toda inspiração tem um pouco de colocação inadequada, em outras palavras, você só estará reciclando uma ideia que já está disponível no mercado, e em algum momento de sua possível carreira você irá ouvir: "Acho que já li algo parecido". 

2. Trabalhe na sua obra com carinho e zelo. Todo autor quando inicia um livro tem que pensar minuciosamente em todos os detalhes, desde a capa, até o acabamento. A forma como você enxerga o seu livro é a forma como ele será enxergado pelos seus leitores - O livro é o reflexo das ideias do autor, logo então, se o livro for mau cuidado, as más impressões em resenhas e críticas não cairão sobre a obra, mas sim, sobre o responsável por ela.


Google Images

3. Se a intenção da obra for publicar, não a disponibilize na internet. É lindo ver que tanta gente foi descoberta por publicar livros, obras, contos e crônicas em plataformas literárias, porém, existem editoras (grande parte delas) que não publicam de forma alguma obras que já estejam publicadas na internet. Quando um livro está disponível na web, ele pode afetar as vendas da editora e colocar em risco todo o trabalho editorial nele proposto, sem contar que os gastos correm riscos de não serem supridos. Afinal, quem irá comprar um livro que está completamente gratuito na internet? Se a sua intenção é crescer publicando livros na web, pense bem: Eu irei publicar este livro em edição física algum dia, ou ele será apenas a minha porta de entrada para o mundo da escrita?

4. Procure quem realmente se importa com a escrita. INFELIZMENTE algumas pessoas tem notado o grande crescimento e fortalecimento editorial no Brasil, e isso tem atraído pessoas mau intencionadas para dentro de um mercado que se importa com o que as pessoas iram ter acesso. Pesquise muito bem a editora com quem você deseja publicar, e desconfie cegamente de editoras que prometem milagres do dia para noite, principalmente das que forem iniciantes, a maioria delas quer apenas ganhar dinheiro em cima da sua obra, e isso, sem dar nenhum tipo de suporte ao escritor - Na maioria das vezes você terá que se virar para fazer as vendas do seu livro acontecer, e você não poderá fazer nada até que o contrato entre você e a editora termine. E ai, vai querer isso para sua vida? Não torne seu sonho um pesadelo.

5. Participe de Antologias. SIM, SIM, SIM. Antologias é basicamente aqueles livros que as editoras estão sempre publicando com diversas histórias. Fique de olho nas chamadas que as editoras realizam, geralmente elas abrem o processo seletivo com uns dois meses de antecedência para que o autor possa escrever sua obra e enviar para análise, se sua obra for boa o suficiente, você poderá dar uma alavancada no seu nome, até seu primeiro livro sair. 

6. Não se venda por pouco. Se a escrita é de fato um sonho, não deixe que oportunistas tomem este sonho de você. Existem pessoas que querem impor contratos abusivos. Hoje em dia é muito comum a editora cobrar um valor "x" para publicar seu livro, mas a porcentagem que eles terão sobre a venda é que deve ser avaliada por você com cautela, afinal, quanto foi gasto neste livro para que a editora fique com essa porcentagem em questão? Parece justo? Se sim, invista, se não, parta para outra.

7. Não desanime. Existem diversos talentos por todo o Brasil que já publicaram diversos livros e ainda não obtiveram o conhecimento que desejavam, isso porque as editoras pequenas (iniciantes) possuem preocupações com relação a visibilidade da editora, então eles acabam trabalhando mais para si, do que para os autores em questão (não todas, óbvio), e as grandes? Elas tem uma grande demanda, um grande número de autores, e nem sempre conseguem atender a todos. Empenhe-se na divulgação da sua obra caso ache necessário, e claro, publique em todas as redes sociais, comente com os amigos, continue escrevendo.


Google Images

8. Faça amizades literárias. Porque não? Se você tem um livro finalizado ou pronto para ser finalizado, e tem amigos que já publicaram, é claro que seus amigos irão te ajudar a divulgar o evento do lançamento na página deles, ou até mesmo comparecer para dar mais prestígio a sua obra, fora que você irá conseguir fazer grandes amizades e ter com quem conversar sobre aquele livro que você ama, e melhor ainda: Sobre possíveis trabalhos futuros, sobre detalhe da sua obra e pedir opinião.

9. Permita que seu livro tenha conteúdo. Existem pilhas de livros que só tem capa e páginas, conteúdo mesmo? Zero. Permita que sua escrita cative, seja apaixonante, aterrorizante, emocionante, permita que ela transmita todas as essências que você sentiu ao escrevê-lo. Permita que o tema abordado nas páginas do seu livro seja facilmente compreendido, permita que as pessoas possam se apaixonar ao vê-lo em uma vitrine, permita falar sobre coisas que você realmente entende, e se não entende, procure saber mais, estudar, expandir. Procure permitir que sua obra seja mais do que você esperava.

10. Desfrute. Após pesquisar um assunto legal, encontrar o foco do seu livro, desenvolver uma escrita, escolher uma editora, coloca-lo a venda. DESFRUTE do seu trabalho, dos fãs que conquistas, dos contatos, dos admiradores, e nunca pare de escrever, continue contribuindo para que o acervo literário nacional se expanda cada dia mais. 
Tecnologia do Blogger.