Header Ads

[RESENHA] Spotlight - Segredos revelados

Titulo: Spotlight - Segredos revelados
páginas: 284
Ano: 2016
Editora: Vestígio - Grupo autêntica
ISBN-13: 9788582863008
ISBN-10: 8582863004
Avaliação: 

"Ganhador do Prêmio Pulitzer, este livro conta a história real de um grupo de corajosos jornalistas que denunciaram uma sucessão de abusos de crianças, obrigando a Igreja Católica a prestar contas. Em janeiro de 2002, o jornal The Boston Globe publicou uma série de reportagens que chocou o mundo. Centenas de crianças em Boston sofreram abuso sexual por parte de padres certos de sua impunidade, eles agiam com o aval das autoridades religiosas, que acobertaram seus crimes por décadas. As reportagens revelaram a obscena quantia gasta pela Igreja Católica com subornos para comprar o silêncio das vítimas cujas vidas foram devastadas por pedófilos que, vestidos com o hábito, tinham o Pai Nosso na ponta da língua. A denúncia abalou as estruturas da Igreja Católica e deixou milhões de fiéis no mundo inteiro estarrecidos, furiosos e indignados: a instituição, em vez de servir e proteger a comunidade, usou sua poderosa influência para se resguardar do escândalo. Este relato, que inspirou o filme Spotlight, indicado ao Oscar em 6 categorias, é uma exposição violenta e importante do abuso de poder por uma das mais altas esferas da sociedade. The Boston Globe foi o único jornal que teve a persistência e a coragem de enfrentar essa história, forçando a arquidiocese de Boston a quebrar o sigilo de documentos internos, que escancararam, finalmente, as proporções do escândalo. Peggy Noonan, The Wall Street Journal". 


Antes de ir direto ao ponto, vamos falar um pouco sobre o que você poderá encontrar neste livro: Spotlight é um livro de teor jornalístico, ele não é uma ficção, mas é repleto de aventura e muito suspense. O livro é uma adaptação da obra cinematográfica lançada no ano passado, vencedor de um Oscar de melhor roteiro e várias indicações por melhor adaptação.

O assunto abordado pela equipe jornalística responsável pela matéria que sucedeu tanto o livro quanto o filme, é extremamente delicado. A noticia abalou as estruturas da igreja católica, afinal, foram descobertos não somente casos de abuso, pedofilia e suborno por parte da igreja, mas vários casos que eram arquivados. Os padres envolvidos em escândalos eram sempre transferidos de cidade e os motivos eram sempre banais, porém, foram descobertos.

É claro que a matéria do The Boston Globe não foi produzida com intenção de afetar ou atacar a religião em si, mas fazer denuncias, por que no fundo de cada pessoa, todos sabiam que algo que estava acontecendo, mas ninguém tomava as devidas providências. Pessoas que usaram de seu poder na sociedade, que usaram da confiança neles depositada, não somente pelos pais das crianças abusadas, mas também pela igreja - Resolveram entregar-se ao sacrilégio, e mesmo assim saíram impunes. 


Um homem que se disfarça com o manto de Deus para se inserir no seio de uma família - que passa a conhece-lo, ama-lo e confiar nele -, com o objetivo de molestar seus filhos, é a encarnação do mal.(Raymond Sinibaldi, vítima de abuso do Padre Tourigney)

Após a divulgação dos casos no jornal do Globe, outros 600 casos foram publicados nos dois anos sucessivos, e as vítimas  que antes não revelavam nada, começaram a se sentir seguras e amparadas, e mais casos iam aparecendo com o tempo.

***

Ganhador do prêmio Pulitzer, Spotlight segredos revelados é sem dúvida, a matéria, mais chocantes já produzida. O livro retrata uma matéria publicada em Janeiro de 2002 pelo Jorna americano The Boston Globe que colocou a tona todos os casos de abusos sexuais dentro da igreja católica. 

Uma das maiores esfera influenciadoras no mundo atual é acusada de acobertar padres pedófilos por anos dos abusos que cometiam contra fiéis da igreja - A maioria dos casos envolvendo homossexualidade.

Sempre que um novo caso surgia a igreja decidia afastar o padre em questão e transferi-lo para uma outra diocese, e para que nada fosse revelado ou chegasse a tona, a igreja comprava o silêncio dos familiares e faziam acordos com a presença de advogados, e nada ia a publico, tudo era acobertado. As famílias que sofreram com o silêncio começaram a se indagar acerca de sua fé. 

Esta é a história de um grande número de padres que abusaram tanto da confiança que lhes foi depositada quanto das crianças sob seus cuidados. É a história de bispos e cardeais que ordenaram, promoveram e protegeram esses padres, e ainda lhes agradeceram pelos seus serviços prestados, apesar das evidências esmagadoras do comportamento abusivo deles. É a história de uma igreja poderosa e altiva jogada em uma crise provocada pelo malfeito, pelos erros e pelas decisões equivocadas de seu próprio clero. É a história de vítimas que sofreram em silêncio durante anos antes de encontrar coragem para confrontar publicamente sua igreja. E é, também, a história de muitos membros fiéis da igreja que desejam aprender com a crise e lutar por mudanças.


Jornais de todos os Estados Unidos e do mundo logo começaram a exigir respostas de suas dioceses locais. As vítimas, sentindo-se amparadas, começaram a se pronunciar. Advogados que antes jogaram de acordo com as regras da Igreja, fazendo acordos secretos, vieram a público, declarando que esses acordos não serviram mais aos interesses de seus clientes nem da comunidade, porque a abrangência do abuso tinha permanecido escondida. 

O que mais impressiona em toda denúncia feita pelo The Boston Globe, foi a forma com a qual as coisas foram acontecendo, no início a ideia era fazer uma matéria com uma pessoa em específico, logo depois descobriram outros vinte padres envolvidos em escândalos sexuais, depois mais cinquenta, e a lista nunca parava de aumentar. O livro conta a trajetória de todo empenho da equipe de jornalistas do The Globe durante a sucessão dos fatos, pesquisas, buscas e claro, buscar autenticidade antes de publicar uma matéria que despertaria a ira da igreja católica, que no mesmo ano foi obrigada a prestar contas com a sociedade.

A preocupação desde o início dos jornalistas era que a matéria pudesse ser vazada e publicada por outro jornal redigida de forma incorreta, isso não só despertaria a raiva da igreja, como também dos fiéis. 

Os relatos descritos na obra do selo vestígio mostram a verdade por trás da verdade - Uma esfera de descobertas que choca, que abala o emocional de todo e qualquer fiel do catolicismo. Como pode a religião como um dos maiores bens da sociedade que deveria ter como encarregamento o cuidado e zelo para com os fiéis, esconder algo tão chocante quanto essas revelações? E o pior de tudo, é que era absolutamente incontestável - Documentos públicos, relatos, arquivos confidenciais, denúncias e claro, vítimas.

O responsável pela tradução desta obra é Antonio Carlos Vilela que revelou durante a tradução desta obra grande preocupação em redigir os fatos de forma coerente, correta e acima de tudo fiéis a escritura original. O livro possui ao todo nove matérias sobre escândalos da igreja - Todos eles com algumas ilustrações, vários relatos jornalísticos (inclusive dos que saíram no próprio jornal na publicação oficial) e outros casos de abusos que são relatados no decorrer do livro.


Veja o trailer do filme que inspirou o livro:


O filme inspirado na matéria foi indicado seis vezes ao óscar e ganhou em duas indicações - Melhor roteiro e Melhor matéria. SAIBA+
Tecnologia do Blogger.