Ads Top

[ENTREVISTA] Patrícia Freitas — Autora de "Vidas Paralelas"


Acervo Pessoal | Divulgação

1. Como nasceu o seu relacionamento com a escrita?

Surgiu de uma forma espontânea. Digo que descobri que "nasci" escritora por um grande acaso. 

Sou antes de tudo uma leitora compulsiva, e quando a procura de novas leituras, descobri as plataformas onde os autores compartilhavam suas histórias, percebi que podia dividir com "o mundo" meus escritos.  Comecei a postar somente com o objetivo dá interação. No entanto, logo veio a proposta para a publicação, o que foi para mim, uma surpresa.

2. Qual foi o primeiro livro que você escreveu? E como surgiu a ideia de escrever um livro?
O primeiro foi Vidas Paralelas. E surgiu exatamente como já citei: dá necessidade de dividir meus escritos, assim como a necessidade de ler que sempre me acompanha.

3. Quais suas principais inspirações literárias?
A minha maior inspiração é a Vida! Tiro do cotidiano meu é dá observação do mundo aí meu redor minha maior inspiração.  Escrevi sobre a vida é suas facetas, o homem e seus conflitos: sobre as "Humanidades", como costumo dizer.

4. O que você considera mais difícil durante a escrita de uma história?
A escrita pra mim flui de uma forma muito natural. O que eu considero trabalhoso é uma das partes que considero imprescindível: a pesquisa. Uma história deve ter embasamento e para isso é necessário não só ter um "dom", pois considero Escrever uma dádiva, mas ter fundamentação.

5. Quais seus livros? E qual deles você mais gostou de escrever?
Série Vidas: Vidas Paralelas e Vidas Entrelaçadas

Série Encantos: Cantos Encantos Poéticos-
l Amor & Romance
ll Desejos & Sedução
lll Tristeza & Solidão
(Série que será relançada este ano)

E-BOOKS:
Lago Negro 
Fuga
Amo todos. Cada história é única! E me jogo de cabeça nelas.
Tenho um carinho especial por Vidas Paralelas por ter sido o primeiro.

6. Qual de seus personagens você mais gosta?
Os meus personagens são fortes. As mulheres são fortes e assumem essa posição. Mas cito alguns exemplos como Clara de Fuga. Assim como Sophie de Vidas Paralelas.
Gosto de Henry Donavel de Vidas Entrelaçadas, por conseguir balancear a sua postura de homem forte e ao mesmo tempo doce e protecionista.

7. Como você sente quando recebe um comentário positivo acerca de sua obra?
Adoro receber comentários de qualquer espécie. Acredito que seja um termômetro. Se a pessoa lê e não comenta, sempre pairam dúvidas se gostou ou não. Se comenta, podemos "ver" como a obra foi recebida, se conseguimos passar o que nos propomos, fora que sempre é uma chance de esclarecermos as coisas.  Faz com que consigamos prosseguir nesse difícil caminho que é ser Autor Nacional.

8. Pretende escrever novos livros? Tem algum projeto em mente chegando?

Sim. Escrever é o meu projeto. Enxergo histórias em tudo.
No momento estou me dedicando a uma Série Infantil, a Revista Consulado Literário e as Antologias que organizo pelo Consulado da Poesia (Estamos na lll Antologia em um ano de existência)

9. Qual gênero literário você mais se identifica?
Vou dizer o que eu menos gosto: fantasia e ficção. Até porque sou muito realista na minha escrita. Mas pretendo me arriscar nesses gêneros. Acredito que um escritor deva escrever sobre tudo (pelo menos tentar).

10. O que você diria para as pessoas que estão conhecendo tanto você, quanto a sua escrita agora?
Que eu sou uma pessoa intensa é comprometida com a Literatura Nacional. Que eu amo Escrever. É o ar que eu respiro. 

11. O que as pessoas devem esperar da sua escrita?
Uma escrita forte, densa, por vezes sensual, mas ao mesmo tempo de fácil compreensão. Acredito que seja bem estruturada. No mais...Só os leitores poderão dizer.

12. Qual passagem do seu livro te marcou mais?
Só uma? Bom vou citar uma que foi importante para a formação da Série Vidas. Deu origem ao livro ll da Série.  Digo porque eu não tinha a intenção de fazer uma série, mas escrevendo uma parte do livro l onde Henry Donavel comandava uma operação para resgatar algumas meninas traficadas, percebi que havia uma outra história que "gritava" por ser contada, mas não caberia ali. Então dessa forma surgiu o livro ll. Um assunto pertinente, que eu não tinha muito domínio, mas no entanto não poderia simplesmente deixar passar.

Trecho do livro Vidas Paralelas:

"Assim que entrei no galpão meus olhos encontraram os seus, verdes, lindos, mas medrosos, aflitos. Seu corpo escultural logo me chamou a atenção, bunda empinada e seios fartos do jeito que eu gostava.  Mas o seu olhar foi o que mais despertou o meu interesse.  Ele clamava por proteção.  Eu pude perceber ali a fragilidade e a doçura daquela mulher. E naquele momento eu percebi que eu queria protegê-la por toda a minha vida e com ela própria se fosse preciso." — Especial Henry Donavel

Existe um trecho que você goste mais que os outros?

Vou continuar falando da Série Vidas. Tem vários trechos muito fortes, devido a temática da Série, mas tem  que considero o resumo das relações humanas e demonstra a superação da personagem mediante tudo o que já havia passado:

"Eu não tinha noção de como o Amor transformava a vida de uma pessoa. Eu era de Donavel, não porque ele me dominava, mas porque eu não queria ser de mais ninguém enquanto eu vivesse"Vidas Entrelaçadas (Jess)

13. Como foi a recepção do público com relação ao seu primeiro livro?

Foi muito boa em se tratando de uma autora iniciante. Acredito que essa aceitação é uma caminhada, um processo a ser construído dia-a-dia na estrutura nacional de publicação.

14. O que te inspira a continuar escrevendo?

Saber que alguém vai ler. Isso é uma troca: autor/leitor. Uma cumplicidade!
Mas sobretudo, escrever é pra mim uma necessidade.

15. O que você diria para alguém que está iniciando a escrita do seu primeiro livro?

Para os iniciantes LER é sempre o melhor exercício. Para quem já está escrevendo o livro, além disso, embasar a história, através de estudos e pesquisas é fundamental.

16. O que você tem a dizer para os leitores do catraca seletiva?

Que estão no caminho certo: Uma sociedade do se faz e só é bem estruturada com Educação e Cultura. E isso está intrinsecamente ligado a Literatura.

17. onde podemos encontrar seus livros para compra? Qual você indica que nossos leitores conheçam primeiro?

Os livros estão disponíveis comigo, já que atualmente sou uma autora independente.
A Série Vidas é uma boa pedida!

18. É chegado ao fim da nossa entrevista. Muito obrigado pela oportunidade e pela paciência. Sucessos !

Eu que agradeço a oportunidade de estar no Catraca Seletiva.

Muito honrada!

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.