Header Ads

As virgens suicidas — Jeffrey Eugenides

ISBN-13: 9788535922196
ISBN-10: 8535922199
Ano: 2013 / Páginas: 232
Idioma: português 
Avaliação: 7.5/10
Compre:


Num típico subúrbio dos Estados Unidos nos anos 1970, cinco irmãs adolescentes se matam em sequência e sem motivo plausível. A tragédia, ocorrido no seio de uma família que, em oposição aos efeitos já perceptíveis da revolução sexual, vive sob severas restrições morais e religiosas, é narrada pela voz coletiva e fascinada de um grupo de garotos da vizinhança. O coro lírico que então se forma ajuda a dar um tom sui generis a esta fábula da inocência perdida. Adaptado ao cinema por Sofia Coppola, publicado em 34 idiomas e agora em nova tradução, o livro de estreia de Jeffrey Eugenides logo se tornou um cult da literatura norte-americana contemporânea. Não por acaso: essa obra de beleza estranha e arrebatadora, definida pela crítica Michiko Kakutani como "pequena e poderosa ópera no formato inesperado de romance", revela-se ainda hoje em toda a sua atualidade.
Escrita no começo da década de 1990, a história da morte voluntária, sucessiva e inexplicável de cinco irmãs adolescentes mantém todo o seu frescor.
Contem revelações sobre o enredo, se você ainda não leu esta obra, evite continuar a leitura desta publicação.


"As virgens suicidas" é uma novela que foi lançada originalmente no ano de 1993 pelo autor americano Jeffrey Eugenides. A novela narra a vida de cinco irmãs que decidem se suicidar, sendo, Cecilia (13), Lux (14), Bonnie (15), Mary (16) e Therese (17 anos), pertencentes a família Lisbon.

O romance é escrito em primeira pessoa do plural da perspectiva de um grupo anônimo de adolescentes que lutam para encontrar uma explicação para a morte das Lisbons. Aparentemente o grupo de jovens são amigos, vizinhos ou conhecidos próximos das jovens Lisbons, porém, elas não saiam muito de casa e por possuírem uma formação educacional/religiosa rigorosa por parte dos pais, acabam ficando muito desoladas do resto da sociedade.

Os lisbons são uma família católica que vive no subúrbio de Grosse Point, Michigan, durante a década de 1970. O pai, Ronald, é professor de matemática na escola secundária local. A mãe, é dona de casa.  Sem aviso e com uma rotina aparentemente sufocante, as garotas vão planejando seus suicídios de forma silencioa, a primeira é a mais nova, Cecília, que opta em cortar os pulsos dentro de uma banheira para ajudar na saída do sangue em seu corpo, porém, é socorrida a tempo e consegue sobreviver.  O acontecimento deixa pai e mãe perplexos que decidem por ora, permitir que as filhas deem uma festa, porém, durante a festa em sua casa, Cecília pula da janela do segundo andar e cai em uma cerca próxima a casa, o que a mata quase que, instantaneamente.

A morte de Cecília provoca um burburinho no bairro onde mora, até mesmo por que os pais decidem se isolar da comunidade para observar de perto as outras quatro irmãs. A curiosidade do lado de fora da casa por parte dos garotos do quarteirão que eram admiradores secretos das garotas, só aumenta com relação ao ocorrido. O que esconde esta família?

Quando a escola começa no outono, Lux começa uma paixão pelo galã do colégio, que decide persuadir seus pais para leva-la a uma festa, como a situação era preocupante, os pais permitem, porém, Lux é dissuadida pelo galã ter relações sexuais consigo no gramado do colégio, e ela topa sem pudor algum, porém, ela adormece e ele a abandona dormindo no gramado. Ao amanhecer, os pais decidem retirar as filhas do colégio local.

Nota-se que os pais querem que as filhas tenham uma liberdade maior, porém, dentro dos padrões estabelecidos e seguidos pela família, porém, é difícil conter os desejos dos adolescentes na fase da puberdade, ainda mais quando se está em plena revolução sexual e todas as pessoas ou falam ou fazem isso. 

Durante o inverno, Lux é visto tendo relações sexuais no telhado da residência de Lisboa com desconhecidos à noite. A comunidade observa como as vidas dos Lisbons se deterioram, mas ninguém intervém. Após meses de confinamento, as irmãs estendem a mão para os meninos do outro lado da rua usando sinais luminosos e enviando notas anônimas. Os rapazes decidem chamar as meninas de Lisboa e comunicar-se jogando discos pelo telefone para as meninas compartilharem e expressarem seus sentimentos.

Finalmente, as meninas enviam uma mensagem aos meninos para irem a sua casa à meia-noite, levando os meninos a acreditar que eles irão ajuda-las em uma possível fuga. Eles encontram Lux, que está sozinho. Ela convida-os para dentro e diz-lhes para esperar por suas irmãs, enquanto ela vai para iniciar o carro. Enquanto os meninos esperam, eles exploram a casa. No porão eles descobrem Bonnie pendurado de uma corda amarrada ao teto rafters. Horrorizados, os meninos fogem.

Pela manhã, a casa dos Lisbons encontra-se cada vez mais calada e parada do que nunca. A policia é chamada, o encontro com os cadáveres é horrorizante. Bonnie enforcou-se, Therese sobredosou-se com pilulas para dormir e Lux morreu de envenemanamento por monóxido de carbono depois de se trancar na garagem com o carro ligado. Mary tentou suicidar-se na cozinha da casa usando o gás, porém, permanece viva por mais um mês até optar por um método mais comum, tomando pilular para dormir.

Depois dos funerais, o Sr. ea Sra. Lisbon deixam o subúrbio para nunca mais voltar. A casa é vendida a um jovem casal da área de Boston . Todos os móveis e pertences pessoais dos Lisbons são jogados fora ou vendidos em uma venda de garagem . Os narradores (os garotos que narram a história das virgens) passam pelo lixo para recolher lembranças. Mais tarde, como homens de meia-idade com famílias, lamentam os suicídios como atos egoístas dos quais não conseguiram se recuperar emocionalmente. A novela fecha-se com os homens que confessam que amaram as meninas, mas que nunca saberão os motivos atrás dos suicídios das Lisbons.

Comentários

Um ano marcado de revoluções na sociedade, uma família tradicionalmente religiosa e cinco filhas suicidas. As questões relacionadas ao suicídio das garotas parece não existir, a unica coisa que notamos é que a morte ocorre da menor para a maior. 

Em alguns momentos podemos notar que a família exercia sobre a família um papel respeitoso com relação à sua imagem perante a sociedade, ainda que a mesma não se mostrasse muito sociável. A decisão de estar sempre próximos da filha pode estar ligado a um contexto que não é abordado na escrita de Jeffrey, talvez quisessem que suas filhas casassem virgens, como dita a religião propriamente dita correta. E por este motivo, acabam tirando a liberdade das filhas, que por breves momentos decidem abrir brechas para que possam se divertir e passar o tempo, porém, por muito pouco tempo.

O que me impressiona no livro é o fato dos narradores culparem as irmãs de serem egoístas, afinal, quando você comete suicídio você não pensa nas outras pessoas que estão ao seu redor, e nem na falta que você irá provocar nelas, você só quer morrer, e foi o que fizeram. Enquanto os garotos sentiam falta extrema das garotas, elas simplesmente decidem se suicidar por sabe-se lá o motivo. Mesmo tentando entender o que aconteceu com as garotas, nenhum dos garotos teve a ousadia de chegar a fazer parte da sua vida como bons vizinhos, amigos ou uma aproximação para concretização do dito, romance.

A preocupação dos pais com relação a morte do primeiro filho e proteção dos demais, causa um descontentamento no leitor. É como se quiséssemos entender o que se passa na cabeça dos pais, porém, podemos entender perfeitamente sua colocação se levarmos em consideração a conduta da família e a rigorosa tradição religiosa.

A escrita de Jeffrey é sublime, delicada e direta. A narrativa dos fatos e da visão dos personagens sobre a vida dos Lisbons é impecável, é como se eles possuíssem um esquema de vigilância 24 para ficar por dentro de todos os detalhes da vida das garotas nas quais eram aficionados, visto que eles fazem descrições ricas em detalhes.

O livro é um misto de reflexões acerca das observações feitas por terceiros, pela preocupação dos pais e principalmente pela ausência de motivo das envolvidas em um suicídio coletivo. 
Tecnologia do Blogger.