Header Ads

Clarice, Benjamin Moser

Clarice, Benjamin Moser | Companhia das Letras


Este livro, lançado originalmente em 2009, deu aos brasileiros uma nova imagem de Clarice Lispector e consagrou sua obra no exterior. Se hoje Clarice é uma figura mítica das letras brasileiras - bela, misteriosa e brilhante -, sua vida foi recheada de percalços que a tornam mais complexa do que mostra a imagem oficial. Ao empreender uma síntese inédita entre vida e obra de uma autora clássica, Benjamin Moser deu uma contribuição de extrema importância para a cultura brasileira.

Benjamin Moser e sua perspicácia, sensibilidade e vida em letras. Obviamente você já ouviu falar de "Clarice", a obra foi publicada primeiramente no ano de 2009 através de nossa querida Cosac Naif, após o fechamento oficial da Editora, o livro foi publicado pela Companhia das Letras.

Clarice Lispector é uma das (se não a mais) escritora mais populares e amadas no Brasil. Clarice nos mostra um universo não explorado acerca da vida e escrita da fantástica da escritora. O livro não é apenas uma biografia, é um livro de relatos adocicados, repleto de sensibilidade, amor aos fatos e narrativa leve e despretensiosa. Um paralelo entra a obra de Clarice, a história familiar e sua vida no Brasil é traçado de forma minuciosa, muito bem elabora e trabalhada com comentários eficazes  e de importância para concretização e veracidade dos fatos, notamos que Moser possui uma escrita peculiar, agridoce, única.

Uma história agridoce que se funde perfeitamente na ficção de Clarice, impossível não se comover em diversas passagens, a análise de Benjamim Moser torna muito mais interessante a leitura dos contos e romances da autora, enxergar a vida de Clarice nas linhas do coração selvagem e de felicidade clandestina traz uma nova percepção da obra, abre-se todo um leque de novas e profundas interpretações quase como se, enquanto lemos, fôssemos Clarice.  — Lianny Florentino
Ela nasceu em Tchechelnik, Ucrânia. Mas, se irritava profundamente quando diziam que ela era estrangeira, se considerava totalmente brasileira. Mania e Pinkhas chegaram ao Brasil em 1925 com suas três filhas, fugindo da guerra que assolou a Rússia após a Revolução de 1905. Clarice foi criada no Recife, Pernambuco. Perdeu sua mãe na infância. Durante a sua adolescência veio para o Rio com sua família. Depois, perdeu também o seu pai. Entrou na prestigiosa faculdade de Direito. Ao mesmo tempo, se tornou jornalista, começou a namorar Maury Gurgel (que viria a ser seu marido) e a escrever seu primeiro livro. A escrita a acompanharia pelo resto de sua vida.

Conhecida por escrever livros que retratem o cotidiano, Clarice consagrou-se mundialmente com sua escrita leve e ao mesmo tempo complexa e profunda. As personagens da autora quase sempre encontram-se em problemas sociais e complexos ligados ao coração ou ao sentimentalismo, o que gera sutilezas e uma leitura fluída acerca de acontecimentos decorrentes de uma vida repleta de obrigações e sonhos, assim como Moser nos apresenta Clarice, com toda sua classe.

Uma visão completa e direta acerca da vida de Clarice, sua vinda ao Brasil, sua família, o contexto histórico de sua época, comentários pertinentes acerca da história como um todo que geram uma valorização ainda maior da vida de Clarice [...]

Uma das biografias mais completas da atualidade. Clarice conquistou os brasileiros, assim como esta biografia está conquistando, indispensável para todo amante de sua escrita e admirador de suas proezas. 


Moser agora trabalha na biografia da escritora e ativista americana Susan Sontag.


Tradução: José Geraldo Couto 

Lançamento: 15/02/2017
ISBN: 9788535928501
Selo: Companhia das Letras
Tecnologia do Blogger.