Ads Top

[RESENHA] Espelho das cores — Pedro Ivo

ISBN-139788582210765
ISBN-108582210760
Ano: 2015 / Páginas: 208
Idioma: português 
Editora: Litteris/ Quartica Premium


O livro traz a história de Gabriel, um adolescente comum que vai à escola, frequenta um grupo de jovens da igreja e perturba-se com a descoberta da paixão, causando um conflito inesperado entre sua sexualidade e as convicções de sua religião. Entre segredos prometidos e traições inesperadas, essa história trata sobre a descoberta da sexualidade e o conflito amoroso, religioso e familiar. Escrito em múltiplas linguagens e por diversas vozes, o romance dialoga com a atualidade em busca do entendimento do outro, da compreensão humana, que vemos cada dia menos acontecer.

E se você percebesse que Deus te ama exatamente como você é? Em Espelho das Cores, Pedro Ivo nos apresenta Gabriel e sua linda história de amor e busca pela compreensão e aceitação das pessoas acerca de sua sexualidade. Em um misto de acontecimentos, Gabriel, um garoto cristão que frequenta um pequeno grupo para jovens da igreja, vê-se apaixonado por um de seus membros e é ai que tudo começa.

Gabriel, Annabelle, Bruno e Juan são amigos e frequentam o mesmo grupo de Jovens. Gabriel é o nosso protagonista que irá passar por uma pequena provação divina: A aceitação de sua sexualidade ou o enlouquecimento precoce causado pelo julgamento provocado pela maioria dentro da religião. Tudo começou quando nosso querido protagonista vê-se apaixonado por uma integrante do grupo de Jovens, Annabelle, e decide logicamente pedir conselhos amorosos para um amigo do grupo, Juan, porém, tudo mudou a partir deste ponto.

Este é um dos poucos romances pelo qual tive o prazer de ler e sentir uma empatia imensa por cada um dos personagens. O livro apresenta a visão de quatro amigos que passam por frustrações amorosas em um círculo limitado de relações, porém, todos ligados de uma forma ou de outra à vida de Gabriel. Em intercalações muito bem posicionadas, o autor apresenta diferentes visões e questionamentos impostos pelos personagens no decorrer do livro, deixando-o dinâmico e fácil de entender o que se passa com cada personagem em suas particularidades.

Annabelle é o amor e confusão sentimental que envolve Gabriel e Juan, porém, uma sucessão de fatos que surge durante a narrativa, dá todo sentido para seu comportamento até certo ponto. Era uma garota aparentemente interessante, porém, sem um "quê" a mais.

Juan é o tipo de homem que todos querem, bonito, definido e repleto de cachos, ah e claro, sentimental na dose certa. Todo o enredo do livro baseia-se nas confusões sentimentais de Juan, mais dele do que do próprio protagonista que vê-se resolvido na maioria das vezes, tendo em mente, apenas alguns questionamentos acerca do amor, a religião ficara em segundo lugar.

O livro possui uma premissa interessantíssima com relação ao relacionamento que temos com Deus e os questionamentos que surgem em uma sociedade heteronormativa que impõe o que é errado ou não, e claro, o julgamento de Deus sobre nossas ações e reações com relação ao "andar na linha". É natural vermos na sociedade pessoas confusas com relação aos seus sentimentos, e se estes sentimentos não condizem com o que se é pregado ou dito como certo dentro de âmbitos eclesiásticos, nos encontramos perdidos, isolados, sem saída. O que fazer quando Deus não aprova aquilo o que nos tornamos? Será que ele perdoa o fato de ser como somos?

Em uma narrativa leve e fluida, Pedro nos mostra um sequencial de acontecimentos que envolvem a fé, um grupo de Jovens, um circulo de amigos e a decisão de ser ou não feliz e ir em busca de respostas interiores e exteriores acerca do amor.

COMENTÁRIOS

O livro possui diversas características que o tornam único, porém, a que mais se destaca é a decisão do autor em mostrar um mesmo acontecimento sob a visão de óticas diversificadas. O livro possui capítulos voltados para comentários, reflexões e pensamentos de pessoas diferentes que podiam expressar seus sentimentos e explanar tudo o que estavam sentindo de uma forma direta e concreta, era como se pudéssemos invadir o interior de cada um deles e ler suas mentes para saber de fato, o que cada um sentia com as situações nas quais eram expostos.

A decisão de uma única pessoa em "experimentar" algo novo e guardar para si, torna tudo muito mais complicado. O livro se tornou uma narrativa fluída no quesito romance, por que muita coisa fica subentendida, ou seja, o interlocutor está ciente de que tudo está acontecendo, porém, o fato de estar acontecendo é o segredo que cada um mantem entre si, isso dá sentido não somente nos acontecimentos sucessivos que percorrem a narrativa, como também aos comentários intercalados em outros capítulos, permitindo-nos ter uma noção mais abrangente de tudo o que estava sendo envolvido, mesmo que tudo fosse resolvido em uma única palavra, amor.

Pedro Ivo é dotado de um dom irrevogável para com a escrita. Sua decisão de escrever este livro, revolucionou a forma como as pessoas enxergam a vida e tomam suas decisões, afinal, quantas são as pessoas que se sentem presas devido ao medo de tentar? Um livro incrível para todos que desejam boas reflexões acerca da vida, das decisões e do amor, sobretudo do amor.

Publicado pela quártica premium, o livro foi lançado no ano de 2015 e foi impresso em papel offsset.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.