Ads Top

+70 Livros para quem deseja se aprofundar na segunda guerra mundial


Quando ouvimos falar em segunda guerra mundial a primeira coisa que nos vem a cabeça é o holocausto, porém, esta foi apenas uma das etapas da maior guerra e tragédia de todo o mundo.  Ocorrida entre os anos de 1939  - 1945, a guerra entre as maiores potências mundiais, deixou sequelas que jamais serão esquecidas. Entender a segunda guerra mundial é crucial para entendermos o meio em que vivemos atualmente e buscarmos em um estudo aprofundado, filosófico e social, compreender às ações do homem sobre determinadas pressões, momentos ou subordinações.

Os livros foram escolhidos de forma minuciosa para que você possa compreender todo o contexto histórico,  entender alguns pontos de vistas de quem assistiu de perto, de quem morreu, de quem sobreviveu e claro, de quem colaborou para todo este acontecimento. Relatos verídicos de irmãs, de mães, e de muitos outros povos que sofreram a injustiça da ira do terceiro reich.


Berlim 1945: A Queda

ISBN: 8501066718
Ano: 2004 / Páginas: 604

Idioma: português 
Editora: Record


O historiador britânico Antony Beevor narra a devastação provocada pela invasão alemã da União Soviética. Nesse livro ele conta como ocorreu a vingança, dois anos depois. Um dos atrativos dos livros de Beevor é sua capacidade de mesclar acontecimentos em vários níveis: do general comandando um exército ao soldado lidando com uma bota furada, dos líderes e estadistas traçando estratégias até as pessoas comuns tentando sobreviver.

Britannia Road


ISBN-13: 9788563876331

ISBN-10: 8563876333

Ano: 2013 / Páginas: 416
Idioma: português 
Editora: Tinta Negra


Em sua estreia na literatura, a inglesa Amanda Hodgkinson mostra o impacto da Segunda Guerra Mundial na vida doméstica ao narrar a trajetória de uma jovem família polonesa que, em um país estranho, busca reconstruir uma rotina em comum após anos de separação forçada, dores, traumas, traições e segredos. 22 Britannia Road, aclamado pela imprensa mundial como um dos melhores livros do ano, é uma obra que lança mão de uma abordagem histórica para tratar de aspectos universais e atemporais da condição humana. Ipswich, Inglaterra, 1946. Janusz Nowak fugiu da Polônia no começo da guerra, se juntou à força aérea e, após o fim dos conflitos, foi morar em uma casa de tijolos vermelhos e portão azul ao número 22 da Britannia Road. É para lá que seguem sua esposa, Silvana, a quem não vê há seis anos, e seu filho, Aurek, que ainda era um bebê no momento em que a ocupação alemã obrigou o casal a se separar. Eles milagrosamente sobreviveram aos momentos mais dramáticos do século XX e agora têm uma nova pátria, um novo lar, um jardim, um carro na garagem. Mas o que pode parecer um final feliz é, na verdade, apenas o começo da história — um difícil recomeço.

Memórias da Segunda Guerra Mundial Vol 1


ISBN-13: 9788520906378

ISBN-10: 8520906370

Ano: 2005 / Páginas: 534
Idioma: português 
Editora: Nova Fronteira


Do momento mais sombrio e mais belo da Grã-Bretanha até a grande aliança e a vitória final, a Segunda Guerra Mundial continua a ser o evento fundamental de nosso século. Churchill foi não apenas seu maior líder, mas também a eloqüente voz desafiadora do mundo livre ante a tirania nazista. Seu relato épico desses tempos, publicado originalmente em seis volumes, recebeu o Prêmio Nobel de Literatura de 1953. Agora, uma nova geração de leitores terá a oportunidade de conhecer a essência dessa obra extraordinária, nesta reedição condensada das Memórias num só volume. Reduzida à quarta parte de sua extensão original, mas preservando a dramaticidade, as descrições gráficas, os detalhes de uma testemunha ocular e a prosa magistral dos volumes originais, esta obra é menos uma condensação da história do que a quintessência da guerra, tal como vista por seu maior protagonista.

A Segunda Guerra Mundial


ISBN-13: 9788577344673

ISBN-10: 8577344673

Ano: 2014 / Páginas: 976
Idioma: português 
Editora: Casa da Palavra


A Segunda Guerra Mundial foi o conflito global mais destrutivo da história. Quarenta milhões de pessoas morreram durante os 2.174 dias desde o ataque da Alemanha contra a Polônia, em setembro de 1939, até a rendição do Japão, em agosto de 1945. Nestas páginas, Martin Gilbert narra cada dia, semana, mês e ano de avanço do terrível rolo compressor de morte e destruição que se alastrou por vários países. Com as palavras de representantes do nazismo, como Hitler, Goebbels e Himmler, da oposição e dos aliados, como Stálin, Churchill e Roosevelt, e até de vítimas anônimas das atrocidades, estas páginas perfazem a história completa em suas múltiplas perspectivas. Entrelaçando todos os aspectos da guerra global - político, diplomático, militar e civil -, e ainda com os mapas transitórios de países que se segregaram e unificaram ao longo dos anos de conflito e fotos marcantes dos acontecimentos, o autor traça um panorama único e definitivo sobre a guerra mais estudada da história e que até hoje traz revelações surpreendentes. Este livro narra, como um diário meticuloso, o dia a dia do maior conflito global do século XX. Unindo o drama das vítimas ao desenvolvimento militar do confronto, Martin Gilbert ilumina de um ponto de vista inédito a cronologia da Segunda Guerra Mundial, tecendo sua mais completa e íntima história.

A Segunda Guerra Mundial


ISBN-13: 9788572444675

ISBN-10: 857244467X

Ano: 2010 / Páginas: 637
Idioma: português 
Editora: Contexto


A política global nunca mais foi a mesma depois da Segunda Grande Guerra. Em maior medida que o primeiro conflito, a guerra de 1939-1945 merece ser chamada de mundial. Isso porque mobilizou a totalidade das forças morais e físicas dos beligerantes, provocando o desenvolvimento de sistemas de propaganda e de economia de guerra num nível jamais alcançado antes. Além disso, as operações aconteceram em cenários variados - Europa, norte da África, Oriente Próximo, Extremo Oriente e Pacífico - e exigiram novos sistemas de armas, modificando os dados táticos e estratégicos. Esse conflito fora das normas também foi absoluto, não somente pela extensão dos massacres, pelo emprego de meios de destruição em massa ou pelo desencadeamento das paixões, mas também por seu desfecho a capitulação total dos vencidos. Além de uma completa cronologia das batalhas e acordos deste episódio, O autor faz uma análise aprofundada do conflito, destacando suas características estratégicas, geopolíticas, logísticas, econômicas e humanas. Esta obra, que favorece as leituras múltiplas, é o guia para aqueles - amantes da história, militares, diplomatas, estudantes e professores - que se interessam por essa guerra.

O Diário de Anne Frank


ISBN-13: 9788510115933

ISBN-10: 8510115931

Ano: 1985 / Páginas: 226
Idioma: português 
Editora: Record


No dia 6 de Julho de 1942, uma menina de 13 anos, exuberante, alegre, inteligente e feliz viu sua vida se transformar de maneira radical, sem entender por quê. Deixou a casa grande e ensolarada de Amsterdã, onde vivia com seus pais - o casal Frank - e a irmã Margot, levando apenas o que lhe coube no corpo (roupas, umas sobre as outras), para meter-se nos fundos de um velho edifício de escritorios, passando ali dois anos sem abrir as janelas, onde o sol e a brisa só entravam por estreitas frestas, onde o céu azul de primavera ou as noites estreladas só podiam ser contempladas da pequena abertura de uma água-furtada. Outras quatro pessoas - um casal com um filho e um velho dentista - reuniram-se à família Frank nessa prisão voluntária, a única que poderia poupar-lhe a vida.

Inferno: O mundo em guerra 1939-1945

ISBN-13: 9788580572698

ISBN-10: 858057269X

Ano: 2012 / Páginas: 766
Idioma: português 
Editora: Intrínseca

Para muitos historiadores, nenhum outro acontecimento da história da humanidade teve o impacto da Segunda Guerra Mundial, que entre 1939 e 1945 abalou as vidas de centenas de milhões de pessoas em todo o planeta. Jornalista especializado na cobertura de conflitos, com vinte livros publicados, o inglês Max Hastings traça, em apenas um volume, um vasto painel da guerra em todos os fronts, colocando em primeiro plano o testemunho de pessoas comuns, obtido em cartas, diários, livros de memórias e depoimentos. Estudo monumental e abrangente do conflito, Inferno não se limita a fazer uma simples narrativa da sequência de eventos trágicos, desde a invasão da Polônia até a explosão das bombas de Hiroshima e Nagasaki, mas revela ao leitor do século XXI como foi viver, lutar e morrer em um mundo em guerra.

VILLA AIR-BEL, 1940

ISBN-13: 9788532516039

ISBN-10: 8532516033

Ano: 2008 / Páginas: 528
Idioma: português 
Editora: Rocco

Uma das muitas histórias de heroísmo que permanecem pouco conhecidas 60 anos após o fim da Segunda Guerra Mundial é a dos que ajudaram a nata da intelectualidade européia da época a fugir da Europa para os países norte-americanos. O trabalho de um grupo de americanos, liderados pelo jornalista Varian Fry, que salvou as vidas de alguns dos mais notáveis pensadores da época, como o surrealista André Breton e o pintor Marc Chagall, é lembrado em Villa Air-Bel, 1940. No livro, a escritora canadense Rosemary Sullivan faz uma minuciosa reconstituição do período de em que alguns desses refugiados ilustres ficaram hospedados, com suas famílias, em um casarão nos arredores da cidade francesa de Marselha, à espera do momento mais apropriado para deixarem a Europa. Cerca de duas mil pessoas conseguiram deixar a Europa, escapando da perseguição nazista, graças aos esforços de Varian Fry, que representava uma organização humanitária norte-americana, Comitê de Resgate de Emergência. Sem qualquer experiência militar ou no campo da espionagem, Fry alugou a Villa Air-Bel para abrigar alguns dos refugiados, entre eles Breton e o pintor Max Ernst, enquanto rapidamente montava uma rede clandestina de colaboradores, que incluía desde cônsules estrangeiros, dispostos a fornecer passaportes falsos, a guias que conduziam os refugiados a pé pelas montanhas dos Pirineus. Ernst, Breton e Marc Chagall – que não morou na Villa Air Bel, mas da qual era freqüentador assíduo – foram alguns dos que receberam documentos falsos para sair da França. A situação dos notórios opositores do regime nazista preocupava europeus que já estavam vivendo nos Estados Unidos. O escritor Thomas Mann elaborou a lista inicial de 200 personalidades a serem retiradas da Europa pelo Comitê de Resgate de Emergência – incluindo na relação seu irmão, o escritor Henrich Mann. Com a invasão da França pelos nazistas, o país havia sido dividido – o norte e a costa do Atlântico sob a ocupação das tropas alemãs, enquanto as regiões sul e sudeste passaram a ter um governo aliado à Alemanha. Apesar do risco de deportação na chamada França Livre, cerca de quatro milhões de pessoas correram para o sul do país. Milhares se dirigiram para Marselha, o último porto francês livre, onde Fry chegou em agosto de 1940. Baseada em relatos biográficos dos que viveram na Villa Air-Bel, Rosemary Sullivan retrata o ambiente irreverente e provocador que os artistas criaram na propriedade, apesar da tensão e do constante temor das inspeções policiais. A determinação de Varian Fry, concentrado em sua missão, contrastava com o comportamento libertário e exuberante dos artistas, que organizavam festas, mesmo lamentando deixar tudo o que haviam acumulado em vida para trás. A vida afetiva dos casais também é descrita por Rosemary, que entrevistou pessoalmente a artista plástica Leonora Carrington, uma das poucas moradoras da Villa que ainda está viva. Leonora, que era companheira de Max Ernst, foi uma das que teve o relacionamento desfeito durante a época em que morava em Marselha, quando o pintor se apaixonou pela milionária americana Peggy Guggenheim, que também ajudava financeiramente o grupo, desfeito quando Varian Fry foi deportado para os Estados Unidos, em setembro de 1941. Graças a seus esforços, conseguiram escapar dos nazistas nomes como o prêmio Nobel de Química Otto Meyerhoff, os pintores Marcel Duchamp e Wilfredo Lam, o escultor Jacques Lipschitz, os escritores Heinrich Mann, Victor Serge e Lion Feuchtwanger, o poeta Franz Werfel e sua esposa Alma Mahler, o arquiteto Walter Gropius, entre outros.

Éramos Jovens na Guerra

ISBN-13: 9788539004300

ISBN-10: 8539004305

Ano: 2012 / Páginas: 288
Idioma: português 
Editora: Objetiva

Com a eclosão da Segunda Guerra Mundial, o contexto de violência inevitavelmente penetrou na consciência e nas palavras de muitos jovens. Éramos Jovens na Guerra acompanha as cartas e os diários de 16 adolescentes, às vezes de lados opostos do conflito, que escrevem de forma direta e persuasiva sobre suas reações e pontos de vista. São ingleses, franceses, americanos, japoneses, poloneses, alemães e russos: cada um com uma história única para contar. Tanto jovens de países do Eixo quanto dos Aliados conviveram diretamente com a fome, a morte e o medo. A intensidade dos relatos presentes neste livro reflete a dor pela perda, o temor de ocupações, invasões e bombardeios, além do receio daqueles que tiveram seu futuro posto em xeque. As autoras relembram o famoso diário de Anne Frank, morta aos 15 anos no campo de concentração de Bergen-Belsen. Elas levam em conta, no entanto, que os relatos de Anne contêm dramas comuns a tantos outros jovens da época. Muitas das histórias apresentadas em Éramos Jovens na Guerra acabaram fragmentadas ou encerradas de forma abrupta. Somente três desses jovens sobreviveram. Alguns lutaram e morreram na guerra, outros sucumbiram à fome, muitos foram separados de suas famílias. Todos se viram forçados a amadurecer e tiveram suas vidas transformadas por suas experiências. São relatos que ajudam a construir uma imagem comovente da esperança, medo, preconceito e alegria, de uma juventude que presenciou os horrores de uma guerra mundial.

Barbudos, sujos e fatigados: soldados brasileiros na Segunda Guerra Mundial

ISBN-13: 9788561578138

ISBN-10: 8561578130

Ano: 2010 / Páginas: 447
Idioma: português 
Editora: Grua Livros

Em 'Barbudos, sujos e fatigados', o autor faz um retrato da campanha brasileira na Segunda Guerra Mundial. Ele mostra quem eram os soldados brasileiros, como foram treinados, como enfrentaram o duro dia a dia no combate, como extravasavam a tensão nos raros momentos de lazer, como interagiram com os aliados americanos e reagiram ao inimigo 'tedesco' - enfim, o que os brasileiros encontraram na Europa. Nesta abordagem, o autor busca demolir visões românticas, ufanistas e maledicentes que pautaram a maioria das interpretações sobre a guerra.

A MENINA QUE ROUBAVA LIVROS

ISBN-13: 9788598078373

ISBN-10: 8598078379

Ano: 2014 / Páginas: 478
Idioma: português 
Editora: Intrínseca

A trajetória de Liesel Meminger é contada por uma narradora mórbida, porém surpreendentemente simpática. Ao perceber que a pequena ladra de livros lhe escapa, a Morte afeiçoa-se à menina e rastreia suas pegadas de 1939 a 1943. Traços de uma sobrevivente - a mãe comunista, perseguida pelo nazismo, envia Liesel e o irmão para o subúrbio pobre de uma cidade alemã, onde um casal se dispõe a adotá-los em troca de dinheiro. O garoto morre no trajeto e é enterrado por um coveiro que deixa cair um livro na neve. É o primeiro de uma série que a menina vai surrupiar ao longo dos anos. Essa obra, que ela ainda não sabe ler, é seu único vínculo com a família. Assombrada por pesadelos, ela compensa o medo e a solidão das noites com a cumplicidade do pai adotivo, um pintor de parede bonachão que a ensina a ler. Em tempos de livros incendiados, o gosto de roubá-los deu à menina uma alcunha e uma ocupação; a sede de conhecimento deu-lhe um propósito. A vida na rua Himmel é a pseudorrealidade criada em torno do culto a Hitler na Segunda Guerra. Ela assiste à eufórica celebração do aniversário do Führer pela vizinhança. Teme a dona da loja da esquina, colaboradora do Terceiro Reich. Faz amizade com um garoto obrigado a integrar a Juventude Hitlerista. E ajuda o pai a esconder no porão um jovem judeu que escreve livros artesanais para contar a sua parte naquela história. A Morte, perplexa diante da violência humana, dá um tom leve e divertido à narrativa desse duro confronto entre a infância perdida e a crueldade do mundo adulto.

STALIGRADO

ISBN-13: 9788576802037

ISBN-10: 8576802031

Ano: 2012 / Páginas: 208
Idioma: português 
Editora: M.Books

A resistência de Stalingrado, na frente leste, foi o ponto de virada da Segunda Guerra Mundial. Os avanços inexoráveis e inevitáveis dos alemães, cujos tanques varreram centenas de quilômetros Rússia adentro, foram interrompidos. O 6º exército, unidade de elite alemã, foi rechaçado, depois cercado e, por fim, forçado à rendição. Mais de 1,5 milhão de pessoas, muitas delas civis encurralados pela campanha, perderam suas vidas durante os seis meses da luta. Pela primeira vez na guerra, o exército alemão foi derrotado no campo de batalha. Antes de Stalingrado, os russos jamais haviam vencido. Depois de Stalingrado, jamais perderiam. Esta obra procura lançar um olhar sobre o esforço titânico que terminou na destruição desta cidade da União Soviética.

1942 - O Brasil e sua Guerra Quase Desconhecida



ISBN-13: 9788520933947

ISBN-10: 8520933947

Ano: 2013 / Páginas: 304
Idioma: português 
Editora: Nova Fronteira

João Barone, baterista do grupo Paralamas do Sucesso e aficionado por assuntos da Segunda Guerra Mundial, revela e analisa a participação do Brasil no conflito que sangrou o mundo. Filho de um dos mais de 25 mil pracinhas que lutaram na Itália, Barone dirige sua pesquisa pelo passado do pai e do país para unir dados, curiosidades e histórias emocionantes de uma campanha incrível que muitas vezes o próprio brasileiro desconhece.


Maus: a história de um sobrevivente

ISBN: 9788535906282

Ano: 2005 / Páginas: 296

Idioma: português 
Editora: Quadrinhos na Companhia

Maus, rato, em alemão, é a história de Vladek Spiegelman, judeu-polonês que sobreviveu ao campo de concentração de Auschwitz, narrada por ele próprio ao filho Art. O livro é considerado um clássico contemporâneo das histórias em quadrinhos. Foi publicado em duas partes, a primeira em 1986 e a segunda em 1991. No ano seguinte, Maus ganhou o prestigioso Prêmio Pulitzer de Literatura. A obra é um sucesso estrondoso de público e de crítica. Desde que foi lançada, tem sido objeto de estudos e análises de especialistas de diversas áreas, artes, história, literatura e psicologia. Em nova tradução, o livro é agora relançado com as duas partes reunidas num só volume. Nas tiras, os judeus são desenhados como ratos e os nazistas ganham feições de gatos; poloneses não-judeus são porcos e americanos são cachorros. Esse recurso, aliado à ausência de cor dos quadrinhos, reflete o espírito do livro: trata-se de um relato incisivo e perturbador, que evidencia a brutalidade da catástrofe do Holocausto. Spiegelman, porém, evita o sentimentalismo e interrompe algumas vezes a narrativa para dar espaço a dúvidas e inquietações. É implacável com o protagonista, seu próprio pai, retratado como valoroso e destemido, mas também como sovina, racista e mesquinho. De vários pontos de vista, uma obra sem equivalente no universo dos quadrinhos e um relato histórico de valor inestimável.

O BRASIL NA MIRA DE HITLER

ISBN-13: 9788573028683

ISBN-10: 8573028688

Ano: 2007 / Páginas: 264
Idioma: português 
Editora: Objetiva

Os passageiros do navio "Baependi", do Lloyd Brasileiro, dançam no salão ao som de uma orquestra, quando uma explosão sacode brutalmente a embarcação. Estamos em 15 de agosto de 1942. Das 306 pessoas a bordo, apenas 36 sobreviveram. Os náufragos - assim como cadáveres e destroços - chegaram ao litoral nordestino, transformando a paisagem bucólica num cenário de horror. O afundamento do "Baependi" foi um dos episódios mais trágicos da campanha de torpedeamentos de navios brasileiros por submarinos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial. Foi também o ponto culminante de uma série de eventos que levariam o governo Vargas a, finalmente, aderir às forças aliadas e declarar guerra à Alemanha de Hitler. Em "O Brasil na mira de Hitler", o jornalista Roberto Sander faz um relato envolvente das intensas negociações diplomáticas entre o Brasil e os Estados Unidos; reproduz depoimentos dramáticos de náufragos; recria o desmantelamento da rede de espiões nazistas no Brasil; e expõe as intrigas, desavenças e hesitações do governo Vargas, num teatro de guerra que colocava o país em cena. Resultado de uma pesquisa minuciosa em aquivos públicos, fundações e bibliotecas, o livro dá vida ao momento histórico em que o Brasil ficou definitivamente na mira de Adolf Hitler.

A ASCENSÃO E QUEDA DO TERCEIRO REICH

ISBN-13: 9788522009138

ISBN-10: 8522009139

Ano: 2008 / Páginas: 875
Idioma: português 
Editora: Agir

Para um sujeito cego de um olho, William L. Shirer não se saiu nada mal como testemunha ocular da História. Ele nasceu em Chicago, em 1904. Aos 21 anos, já estava trabalhando como repórter na Europa. De quebra, acompanhou as andanças de Gandhi pela Índia, entre 1930 e 1931. Aos 28 anos, perdeu a vista em um acidente de esqui nos Alpes.



CARTAS PARA HITLER


O povo alemão escreveu muitas cartas para Adolf Hitler. Com uma política que pretendia enaltecer seu povo, o Führer, no auge de sua popularidade, contava com a veneração de muitos, mas não faltaram aqueles que se opunham à sua forma de governo como revelam cerca de 12 mil cartas de pessoas que queriam expressar seus sentimentos. Em 1945, por exemplo, num momento em que Hitler já sofria com a queda da sua popularidade, apenas 100 mensagens de feliz aniversário foram recebidas. Cartas para Hitler traz algumas dessas mensagens, ao mesmo tempo em que analisa o cenário e os acontecimentos históricos na época em que as cartas foram recebidas. Ele considerava as ardentes cartas de amor desagradáveis, rejeitava as dedicatórias de peças musicais, gostava tão pouco da comercialização de seu retrato quanto de um “cigarro Hitler”. Na chancelaria privada do Führer, milhares de cartas foram arquivadas, muitas lidas e respondidas. Arquivos da cidade de Moscou abrigavam, sob décadas de camadas de pó, os testemunhos autênticos da mentalidade alemã. Henrik Eberle foi o primeiro a avaliá-los e comentá-los – um verdadeiro tesouro para psicólogos, historiadores, pedagogos ou simplesmente interessados e curiosos. Pedidos, orações, juramentos de lealdade, poemas, apelos e gritos de ajuda – não somente da Alemanha – formam uma análise do estado de espírito dos anos 1925 até 1945 que é, no mínimo, instigante. As pessoas se colocavam aos pés do ditador – mas se afastaram quando seu sucesso chegou ao fim.

O diário de Helga

ISBN-13: 9788580573053

ISBN-10: 858057305X

Ano: 2013 / Páginas: 238
Idioma: português 
Editora: Intrínseca

Calcula-se que das 15.000 crianças que passaram pelo campo de internamento de Terezín, na antiga Tchecoslováquia, apenas 100 chegaram com vida ao fim da Segunda Guerra Mundial. A respeitada artista plástica Helga Weiss é autora de um dos mais comoventes testemunhos do Holocausto. Aos 83 anos, ela vive em Praga, no mesmo apartamento em que morou com os pais antes da deportação. Em 1938, por ocasião da ocupação nazista em seu país, a menina de 8 anos, filha de um bancário e uma costureira, começou a escrever e a desenhar suas impressões sobre tudo que aconteceu com sua família. Em um caderno, Helga narra a segregação dos judeus ainda em Praga, a desumana rotina de privações e doenças de Terezín e sua peregrinação ao lado da mãe por campos de extermínio como Auschwitz, onde escapou por pouco da câmara de gás.

A SEGUNDA PÁTRIA

ISBN-13: 9788580576719

ISBN-10: 8580576717

Ano: 2015 / Páginas: 320
Idioma: português 
Editora: Intrínseca

Às vésperas da Segunda Guerra Mundial, Getúlio Vargas resolve se tornar um aliado do Terceiro Reich. No cenário alternativo criado por Miguel Sanches Neto, o país se alinha ao Eixo e, como parte do acordo, é estabelecido que os estados do sul, com grande presença de descendentes de alemães, podem pôr em prática os princípios do nazismo, como o racismo, o antissemitismo e a eugenia. Em Blumenau, à medida que a saudação Heil Hitler se torna corriqueira, o engenheiro Adolpho Ventura convive atônito com o progressivo cerceamento de sua liberdade. Seu crime é ser negro e pai de uma criança mestiça. Na mesma cidade, desenrola-se a trajetória de Hertha, jovem sedutora que encarna todos os predicados da superioridade ariana. A ela é confiada uma misteriosa missão. Com violência e sensualidade, o autor revela uma paixão proibida, enquanto subverte os fatos para criar um Brasil que não está nos livros de história mas nem por isso deixa de ser assustadoramente plausível.

O SOBREVIVENTE

ISBN-13: 9788501058317

ISBN-10: 8501058319

Ano: 2000 / Páginas: 172
Idioma: português 
Editora: Record

Aleksander Henryk Laks, 72, relata os sofrimentos inimagináveis aos quais foi submetido e conta como conseguiu a eles sobreviver. Seu calvário começou quando o exército nazista invadiu a Polônia, em setembro de 1939. A partir daí, sua vida e de sua família transformou-se numa luta diária pela sobrevivência. Aleksander , deparou-se com amigos e parentes amarrados ou enforcados no alto de postes da sua cidade natal, Lodz, e viu soldados alemães arrancarem as barbas de judeus com as mãos, deixando suas faces em carne viva. No entanto, este foi apenas o começo da série de crueldades impingidas aos judeus. Levados para diversos campos de concentração, Aleksander viu sua mãe pela última vez ao descer do trem que os levou para Auschwitz, lugar onde viveu os momentos mais torturantes da sua vida. Uma das torturas mais comuns era o método número 25. Os judeus eram amarrados de bruços em cavaletes e espancados nas costas com pedaços de pau, esmigalhando os rins que saiam junto com o sangue através dos poros. Depois de ver sua mãe caminhar para a câmara incineradora, assistiu a morte de seu pai que não resistiu às semanas de caminhada na chamada "Marcha da Morte", de mais de 500 quilômetros, entre vários campos de concentração. Dos 600 prisioneiros que partiram de Auschwitz, apenas 50 sobreviveram. E novamente Aleksander estava entre eles. A redenção veio junto com a chegada do exército aliado. Aleksander foi salvo pelas tropas que interceptaram o trem que o levava de um campo de concentração para outro. A certeza de que seu calvário teria fim veio na forma de um copo de leite quente, entregue por um soldado aliado. Aleksander Henryk Laks tem 72 anos e vive em Copacabana no Rio de Janeiro. Atualmente, é consultor histórico da mini-série da TV Globo, Aquarela do Brasil.

COM OLHOS DE MENINA

ISBN-13: 9788501091017

ISBN-10: 8501091014

Ano: 2011 / Páginas: 206
Idioma: português 
Editora: Record

Em um dos momentos mais dramáticos do livro, vemos a família inteira passar fome e sobreviver por um longo período alimentando-se apenas de azeitonas e amêndoas. O racionamento de comida se intensificou à medida que o conflito se aproximava. Após a Guerra Civil, em função da pobreza que assolava o país, Martorell foi obrigada a largar definitivamente os estudos e começar a trabalhar. Seus pais nunca souberam do diário que escrevia, e os papéis só foram descobertos há poucos anos.

A MINHA SEGUNDA GUERRA

ISBN-13: 9788588948983

ISBN-10: 8588948982

Ano: 2009 / Páginas: 172
Idioma: português 
Editora: Panda Books

João Barone, além de ser integrante do Paralamas, é um estudioso da Segunda Guerra Mundial. Barone tem uma ligação pessoal e emotiva com esse momento marcante da História. Ele é filho de um pracinha. Em A minha Segunda Guerra, Barone divide com os leitores de forma emocionada e singela o resgate de sua relação com seu pai, herói de guerra. João Barone atravessou o Atlântico com seu incrível jipe original da Segunda Guerra e, como um pracinha da Paz, participou das celebrações de 60 anos do desembarque Aliado na Normandia. Uma verdadeira epopeia que foi devidamente registrada num imperdível documentário dirigido pelo Victor Lopes. João faz um relato dos bastidores dessa empolgante aventura e ensina o caminho das pedras àqueles que sonham em visitar o cenário da batalha. E ainda, Barone apresenta uma coletânea de artigos que escreveu sobre o assunto, sempre abordando aspectos curiosos do conflito.

MINHA LUTA

ISBN-13: 9788581303499

ISBN-10: 8581303498

Ano: 2016 / Páginas: 884
Idioma: português 
Editora: Geração Editorial

“Minha Luta”, o livro de Adolf Hitler, entrou em domínio público em janeiro deste ano, e a Geração Editorial preparou uma edição especial com 278 comentários de 10 historiadores norte-americanos dos anos 1930, atualizados e enriquecidos por 48 de um historiador brasileiro e mais 28 do tradutor William Lagos. Os comentários ocupam cerca de 400 páginas, quase metade da presente edição. Além de quatro apresentações de profissionais reconhecidos. Conhecer na fonte as ideias de Hitler pode ser útil para se combater aqueles que podem se inspirar nele para tentar destruir a democracia.


A SEGUNDA GUERRA MUNDIAL — HISTÓRIAS E ESTRATÉGIAS


ISBN-13: 9788572444675

ISBN-10: 857244467X

Ano: 2010 / Páginas: 637
Idioma: português 
Editora: Contexto

A política global nunca mais foi a mesma depois da Segunda Grande Guerra. Em maior medida que o primeiro conflito, a guerra de 1939-1945 merece ser chamada de mundial. Isso porque mobilizou a totalidade das forças morais e físicas dos beligerantes, provocando o desenvolvimento de sistemas de propaganda e de economia de guerra num nível jamais alcançado antes. Além disso, as operações aconteceram em cenários variados - Europa, norte da África, Oriente Próximo, Extremo Oriente e Pacífico - e exigiram novos sistemas de armas, modificando os dados táticos e estratégicos. Esse conflito fora das normas também foi absoluto, não somente pela extensão dos massacres, pelo emprego de meios de destruição em massa ou pelo desencadeamento das paixões, mas também por seu desfecho a capitulação total dos vencidos. Além de uma completa cronologia das batalhas e acordos deste episódio, O autor faz uma análise aprofundada do conflito, destacando suas características estratégicas, geopolíticas, logísticas, econômicas e humanas. Esta obra, que favorece as leituras múltiplas, é o guia para aqueles - amantes da história, militares, diplomatas, estudantes e professores - que se interessam por essa guerra.

SEGUNDA GUERA MUNDIAL — VITÓRIA NA EUROPA

ISBN-13: 9788576802129

ISBN-10: 8576802120

Ano: 2013 / Páginas: 144
Idioma: português 
Editora: M. Books

O livro mostra os homens e as mulheres de ambos os lados, soldados e civis britânicos, americanos e alemães cuja coragem e resistência fizeram com que a investida final pela Europa fosse o drama definitivo da Segunda Guerra Mundial. Esta é uma história notável da luta dos aliados pela vitória, as batalhas nas praias da Normandia, por toda a França ocupada e os Países Baixos, para dentro do coração do Reich de Hitler e nas margens do Elba e a vitória final apenas 11 meses depois.

UMA BREVE HISTÓRIA DA SEGUNDA GUERRA MUNDIAL


ISBN-13: 9788576802631

ISBN-10: 8576802635

Ano: 2015 / Páginas: 216
Idioma: português 
Editora: M Books

A segunda Guerra Mundial foi o maior conflito da história ocidental: envolveu mais de cem milhões de pessoas que serviram nas potências do Eixo e nos Aliados e resultou em um número não exato entre 50 a 70 milhões de mortos. este livro trata da guerra na Europa, no Pacífico e em várias outras frentes de 1939 a 1945


A Segunda Guerra Mundial - Os 2.174 Dias Que Mudaram o Mundo

A Segunda Guerra Mundial foi o conflito global mais destrutivo da história. Quarenta milhões de pessoas morreram durante os 2.174 dias desde o ataque da Alemanha contra a Polônia, em setembro de 1939, até a rendição do Japão, em agosto de 1945. Nestas páginas, Martin Gilbert narra cada dia, semana, mês e ano de avanço do terrível rolo compressor de morte e destruição que se alastrou por vários países. Com as palavras de representantes do Nazismo, como Hitler, Goebbels e Himmler, da oposição e dos aliados, como Stalin, Churchill e Roosevelt, e até de vítimas anônimas das atrocidades, estas páginas perfazem a história completa em suas múltiplas perspectivas. Entrelaçando todos os aspectos da guerra global – político, diplomático, militar e civil –, e ainda com os mapas transitórios de países que se segregaram e unificaram ao longo dos anos de conflito e fotos marcantes dos acontecimentos, o autor traça um panorama único e definitivo sobre a guerra mais estudada da história e que até hoje traz revelações surpreendentes. “Uma obra magistral… Gilbert traz os mais fortes respaldos possíveis para a história da Segunda Guerra Mundial e mostra como a maior guerra já travada alcançou todos os cantos do globo'' - The New York Times.

O Dia D, 6 de junho de 1944

ISBN-13: 9788528609745

ISBN-10: 852860974X

Ano: 2007 / Páginas: 756

Idioma: português 

Editora: Bertrand Brasil

São os jovens nascidos na falsa prosperidade dos anos 20, e que cresceram na dura realidade da depressão dos anos 30, que este livro retrata. A literatura que eles leram quando garotos era antibélica, cínica, retratando patriotas como otários, molóides como heróis. Nenhum deles desejava tomar parte em outra guerra. Eles queriam estar jogando beisebol, não granadas de mão, atirando com armas de calibre 22 em coelhos, não com carabinas M-1 em outros jovens. Mas quando veio o teste, quando houve que escolher entre lutar pela liberdade ou abandoná-la, eles lutaram. Eram os soldados da democracia. Eram os homens do Dia D, e a eles devemos nossa liberdade.

ENIGMAS E MISTÉRIOS DA SEGUNDA GUERRA MUNDIAL

ISBN: 9788537002062

Ano: 2007 / Páginas: 240

Idioma: português 

Editora: Madras

Por trás da história divulgada sobre a Segunda Guerra Mundial há muitos fatos intrigantes que ficaram sem resposta e chamam a atenção pela sua inverossimilhança. Durante os seis anos de colisão, foram produzidos inúmeros relatos aparentemente inexplicáveis, e criaram-se vários rumores e lendas que passaram a circular sem prévia confirmação se realmente ocorreram ou não. Em Enigmas e Mistérios da Segunda Guerra Mundial, o historiador e jornalista Jesús Hernández percorreu os cenários em que ocorreram os conflitos a fim de elucidar as questões mais obscuras. A cidade de Los Angeles foi atacada alguma vez durante o conflito? Qual a relação entre o Triângulo das Bermudas e a Segunda Guerra Mundial? Foi real o experimento Filadélfia? Onde se encontram os restos mortais de Hitler? Os bombardeios aliados estiveram a ponto de destruir A Última Ceia, de Da Vinci? Esses são somente alguns dos enigmas da Segunda Guerra Mundial que este livro buscou solucionar e cujo surpreendente conteúdo irá inquietar a mente do leitor.

O Duelo: Churchill x Hitler

ISBN-13: 9788571106574

ISBN-10: 8571106576

Ano: 2002 / Páginas: 244

Idioma: português 

Editora: Jorge Zahar

"Senhores, a ofensiva contra as potências ocidentais começou." Estas foram as palavras de Adolf Hitler a seus subordinados no dia 10 de maio de 1940. Seu plano era, invadindo os Países Baixos, chegar à França e, então, à Inglaterra. No mesmo dia, Churchill assumia o cargo de primeiro-ministro da Grã-Bretanha. Este é um relato fiel dos 80 dias do duelo travado em 1940 entre Adolf Hitler - na iminência de uma vitória absoluta - e Winston Churchill - ameaçado de ver a Inglaterra invadida e a guerra perdida. Durante esses 80 dias, apenas Churchill se colocou no caminho de Hitler para impedir que ele ganhasse a guerra. Desse duelo dependeram a Segunda Guerra Mundial e o destino do mundo.

QUANDO OS LIVROS FORAM A GUERRA

ISBN-13: 9788577345625

ISBN-10: 8577345629

Ano: 2015 / Páginas: 272

Idioma: português 

Editora: Casa da Palavra

A história inspiradora de soldados que viram nos livros um meio de tornar a guerra mais humana e suportável; 120 milhões de livros especiais, e autores e obras que elevaram os espíritos de nossas tropas. A Armed Services Editions, editora que se especializou em publicar livros especiais e adequados a soldados em campos de guerra, lançou um total de 1.200 títulos. Os soldados os liam enquanto esperavam para desembarcar na Normandia, nas trincheiras infernais em meio às batalhas no Pacífico, à espera da recuperação de ferimentos em hospitais. Os livros eram amados - e disputados - pelas tropas, e ainda hoje são lembrados com carinho pelos veteranos. Os livros foram peça fundamental da vitória de uma guerra que somou mais de quarenta milhões de vítimas. Afinal, a arma mais poderosa de Hitler não foi um avião, uma bomba ou um rolo compressor de tanques, mas sim o livro Mein Kampf. E foi nesse conflito que os títulos da Armed Services Editions tiveram seu papel mais importante: viraram armas vitais na guerra de ideias.

A COMPACTA HISTÓRIA DA SEGUNDA GUERRA MUNDIAL

ISBN-13: 9788550300559

ISBN-10: 8550300551

Ano: 2016 / Páginas: 272

Idioma: português 


Quais foram os eventos que desencadearam a Segunda Guerra Mundial; Forças Armadas do Eixo e dos Aliados; tanques, aviões, navios e armas de guerra de cada exército; panoramas estratégicos de ataques; rotas de invasões a cada país ocupado; Pearl Harbor; Stalingrado; Auschwitz; Holocausto; bombardeios; atrocidades; bomba atômica; movimentos de resistência; rendições; crimes de guerra e julgamentos. A compacta história da Segunda Guerra apresenta todos os detalhes desse episódio tão controverso da história mundial. Claro e conciso, o livro é ilustrado com mais de 400 fotografias e mapas, biografias dos principais líderes e generais e avaliação dos exércitos, bem como de seus armamentos, além de uma linha do tempo contínua que retrata, mês a mês, os desdobramentos da guerra. Por ser altamente informativo, é um excelente material para historiadores e outros profissionais, tornando-se uma referência rápida para especialistas e entusiastas do assunto, além de uma leitura histórica informativa para o público em geral. Encontre neste livro: - Linha do tempo da Segunda Guerra Mundial, de 1939 a 1945; - Descrição e fotos de armas, incluindo aviões, tanques, foguetes, navios e submarinos; - Rotas de campanhas, invasões e ataques com mapas e textos explicativos; - Estratégias e táticas, incluindo operações aéreas e anfíbias. Sobre os autores: Anthony A. Evans e David Gibbons trabalharam com publicações por mais de 30 anos. Criaram, produziram e editaram uma grande variedade de livros e gráficos de História.

OPERAÇÕES SECRETAS DA SEGUNDA GUERRA MUNDIAL

ISBN: 97885370XXXXX

Ano: 2012 / Páginas: 336

Idioma: português 

Editora: Madras

A Segunda Guerra Mundial não foi travada apenas nos campos de batalha. Os Serviços de Inteligência organizaram operações secretas para atacar o inimigo em seu ponto mais fraco. Para tanto, recorreram a homens valentes e corajosos, dispostos a arriscar suas vidas para cumprir uma missão que, na maioria dos casos, era praticamente suicida. Neste livro, você vai encontrar ataques surpresa no coração do território inimigo, assaltos, sequestros, assassinatos, missões de espionagem, enfim, todo tipo de operações secretas destinadas a mudar a trajetória da contenda; apenas algumas delas alcançariam seu objetivo. O autor aborda pela primeira vez essas operações que costumam ser esquecidas pelos livros de História, mas cujo impacto no andamento da guerra foi muito maior do que costuma se acreditar. Após a leitura destas páginas, sua impressão sobre a Segunda Guerra Mundial não será mais a mesma.

ATLAS DA SEGUNDA GUERRA MUNDIAL

ISBN-13: 9788575569719

ISBN-10: 8575569716

Ano: 2008 / Páginas: 256
Idioma: português 
Editora: Larousse

A Segunda Guerra Mundial é considerada até hoje o conflito mais sangrento da história da humanidade. A guerra foi travada, direta ou indiretamente, em todas as partes do planeta. Seu desfecho definiu os rumos políticos e econômicos das décadas que se seguiram: o mundo se tornou bipolar, com a União Soviética e seus antigos aliados de lados opostos na nova era da bomba atômica.

GUERRA EM SURDINA

ISBN-13: 9788575033357

ISBN-10: 8575033352

Ano: 2004 / Páginas: 256
Idioma: português 
Editora: Cosac Naify

Em 1944, mais de 20 mil brasileiros foram convocados pelo governo Vargas para lutar ao lado dos Aliados na Segunda Guerra Mundial. Entre os escolhidos estava Boris Schnaiderman, o grande intérprete da literatura russa no Brasil, que realiza, a partir desta experiência como "pracinha" na campanha italiana, uma tradução de outra ordem. Em seu único livro de ficção, Schnaiderman constrói a trajetória dos combatentes da Força Expedicionária Brasileira (FEB), desde a convocação repentina até a volta para o Brasil. O percurso é trabalhado a partir de perspectivas individuais frente às catástrofes da guerra, compondo uma prosa em surdina e intimista, ainda que em múltiplas vozes.

O ÓRFÃO DE HITLER

ISBN-13: 9788542207989

ISBN-10: 854220798X

Ano: 2016 / Páginas: 272
Idioma: português 

Piotr é um menino polonês quando os nazistas invadem seu país e matam seus pais. Seu destino parece traçado: viver num orfanato, sendo depois oferecido para trabalho escravo. Mas seus olhos azuis, seu cabelo loiro e sua pele clara fazem dele um exemplo da raça pura, um modelo para a Juventude Hitlerista. Então, os alemães o entregam a uma família nazista. Só que Piotr, que nunca deixa de se sentir estrangeiro junto a sua nova família, começa a formar seus próprios conceitos sobre o que vê e o que lhe é dito. Ele não quer ser um nazista. E então assume um risco – o mais perigoso que poderia escolher na Berlim de 1942. Vencedor de seis prêmios e finalista de outros dezesseis, este romance de Paul Dowswell parte de uma pesquisa meticulosa para uma narrativa cheia de reviravoltas, trazendo à tona um ângulo diferente dos horrores da Alemanha nazista.

OS BRASILEIROS E A SEGUNDA GUERRA MUNDIAL

ISBN-13: 9788571108509

ISBN-10: 8571108501

Ano: 2005 / Páginas: 79
Idioma: português 
Editora: Jorge Zahar Editor




As circunstâncias que envolveram a entrada do Brasil na Segunda Guerra e as conseqüências para o país da participação no conflito - em termos sociais, econômicos e militares - são discutidas nesse volume, revelando um aspecto da história nacional desconhecido por muitos.



A COR DA CORAGEM

ISBN-13: 9788565859721

ISBN-10: 856585972X

Ano: 2016 / Páginas: 416
Idioma: português 
Editora: Valentina

"Afinal, o que fica para um homem, além da sua honra… e da coragem de viver por ela?" Julian Kulski Em 1º de setembro de 1939, a Alemanha invade a Polônia. É o início da Segunda Guerra Mundial. Em poucos dias, Varsóvia se rende aos alemães, soldados poloneses depõem suas armas, a cidade já é um amontoado de escombros. Julian Kulski é um menino polonês de apenas 10 anos de idade. Filho do vice-prefeito de Varsóvia, escoteiro ousado e entusiástico, ele tem a firme convicção de que deverá lutar contra o Invasor. A cor da coragem é o diário de Julian Kulski, a história de seu amadurecimento durante os cinco anos da brutal ocupação alemã. Diferentemente do diário de Anne Frank, narrado a partir da sua clausura no esconderijo de um prédio em Amsterdã, o de Julian Kulski se passa nas ruas de Varsóvia, no front, no combate cara a cara com o inimigo, no infame Gueto onde se encontram seres humanos famintos, desesperados e doentes à mercê de todo tipo de tortura, do enforcamento, do fuzilamento, da câmara de gás... "Este diário, escrito com o coração e pela mão de um adolescente, nos proporciona uma visão única e comovente da Segunda Guerra Mundial". Lech Walesa, Prêmio Nobel da Paz

O HOLOCAUSTO

ISBN-13: 9788579700170

ISBN-10: 8579700175

Ano: 2010 / Páginas: 1022
Idioma: português 
Editora: HUCITEC

'O Holocausto' fala sobre o impacto causado sobre o povo judeu com a ascenção dos nazistas na Alemanha e sobre o que estava em jogo durante a Segunda Guerra Mundial. Uma introdução é seguida de uma análise sobre o antissemitismo europeu, das manifestações de Lutero à influência exercida pelo partido nacional socialista alemão. Com testemunhos pessoais, o autor descreve a tentativa nazista de destruir a comunidade judaica europeia e a incredulidade de que isso pudesse ocorrer.

O HOMEM DO CASTELO ALTO

ISBN-13: 9788576570769

ISBN-10: 8576570769

Ano: 2009 / Páginas: 304
Idioma: português 
Editora: Editora Aleph

Neste livro que é considerado por muito o melhor trabalho do autor, Dick apresenta um cenário sombrio: a Segunda Guerra Mundial foi vencida pelos Nazistas. O mundo vive sob o domínio da Alemanha e do Japão. Os negros são escravos. Os judeus se escondem sob identidades falsas para não serem completamente exterminados. É nesse contexto que se desenvolvem os dramas de vários personagens. Ao apresentar uma versão alternativa da história, Dick levanta a grande questão: “O que é a realidade, afinal?”

ENGENHEIROS DA VITÓRIA

ISBN-13: 9788535923728

ISBN-10: 8535923721

Ano: 2014 / Páginas: 488
Idioma: português 

Em janeiro de 1943, Franklin Delano Roosevelt e Winston Churchill se reuniram em Casablanca, no Marrocos, e estabeleceram os objetivos dos Aliados para virar a maré da guerra: a derrota da Blietzkrieg nazista; o controle das rotas marítimas no Atlântico e do espaço aéreo na Europa ocidental e central; o transplante do teatro de batalha para a Europa continental; o fim do imperialismo japonês no Pacífico.



Cerca de um ano depois do encontro, a maioria dessas metas havia sido cumprida. O distanciamento histórico torna difícil entender a dimensão dessa conquista, mas o fato é que, no momento da reunião, o Eixo ainda parecia invencível. Apoiado em impressionante repertório de fontes, Paul Kennedy - autor de Ascensão e queda das grandes potências -, se propõe a esclarecer exatamente como se pavimentou o caminho para a vitória.

Ao contrário das histórias clássicas da Segunda Guerra, que privilegiam os líderes políticos e militares, em Engenheiros da vitória Kennedy procura iluminar o esforço daqueles que chama de “solucionadores de problemas”: cientistas, engenheiros, soldados, homens de negócios que foram responsáveis por tornar possível a grande estratégia estabelecida em Casablanca.

Entre as muitas histórias narradas, estão a invenção do Magnetron, um radar em miniatura, tão pequeno como um prato de sopa, que podia ser facilmente instalado em aviões e navios de combate menores; a construção do Hedgehog, um morteiro múltiplo de granadas de curta distância que diminuía o tempo do disparo contra o inimigo; ou a instalação de turbinas Rolls Royce nos aviões P-51 Mustang, criando jatos mais velozes que os da Luftwaffe. Com grande habilidade narrativa, Kennedy conduz o leitor para os bastidores dessas decisões e descobertas, e nos revela o verdadeiro “motor” do esforço de guerra.

TEMPESTADE DA GUERRA

ISBN-13: 9788501090102

ISBN-10: 8501090107

Ano: 2012 / Páginas: 812
Idioma: português 
Editora: Record

Em uma análise brilhante sobre a derrota de Hitler, o premiado historiador Andrew Roberts investiga fatores cruciais para o entendimento da Segunda Guerra Mundial. Segundo Roberts, a Wehrmacht perdeu o confronto não apenas porque a guerra foi longa demais, mas porque os objetivos de Hitler eram impossíveis de ser alcançados. O autor mantém a tensão nesta narrativa ao sugerir e explicar que, se a disputa fosse apenas um conflito militar - e não um embate político -, as chances de os nazistas saírem vitoriosos teriam sido muito maiores. Os alemães tinham vantagens bélicas, estratégicas e táticas. No entanto, os objetivos de Hitler eram vastos, irreais e inextricavelmente ligados à destruição não apenas dos judeus, mas de qualquer um que fosse considerado "um inimigo racial". O antissemitismo de Hitler pouco fez para aumentar as chances de a Alemanha ganhar a guerra. O Reich despendeu grande quantidade de recursos e o Holocausto foi um erro militar, sobretudo porque privou a Alemanha de milhões de trabalhadores potencialmente produtivos e de prováveis soldados. O autor lista ainda outros erros que, se evitados, poderiam ter mudado o curso da História. Roberts observa que a Alemanha deveria ter entrado em confronto três anos depois: em 1942, em vez de 1939. Hitler deveria ter aceito a ajuda dos japoneses para a invasão da União Soviética, e uma vez em território soviético, recrutado as populações não russas em vez de reprimi-las. Por fim, Roberts acredita que não ter devolvido as áreas rurais aos camponeses, explorando-os e matando-os de fome, contribuiu de forma decisiva para a derrota do regime de Hitler.

STALIN, OS NAZISTAS E O OCIDENTE

ISBN-13: 9788576354611

ISBN-10: 8576354616

Ano: 2009 / Páginas: 567
Idioma: português 
Editora: Larousse

O premiado historiador Laurence Rees nos apresenta uma história da 'Segunda Guerra Mundial'. Abrangendo desde os acordos dramáticos e secretos, que possibilitaram a eclosão da guerra, até algumas das decisões mais cruciais tomadas durante o conflito, Stálin, os nazistas.

AS MULHERES DO NAZISMO


O impressionante relato de Wendy Lower sobre o papel das mulheres alemãs no Holocausto revira a História: A consagrada imagem da mulher alemã apenas como esposa leal e seguidora do Führer é ofuscada pelo relato da autora sobre as 500 mil jovens que, pela primeira vez, são posicionadas dentro dos campos de extermínio do Reich.



Este livro faz um relato convincente de uma "geração perdida" de jovens nascidas em uma Alemanha derrotada e tumultuada pelos efeitos da Primeira Guerra Mundial, logo assolada pelo fervor nacionalista. Essas mulheres - enfermeiras, professoras, secretárias, assistentes sociais, esposas e amantes - viram a expansão do império nazista como uma espécie de oportunidade de carreira e casamento, mas certamente não sabiam o que testemunhariam ou fariam. Contribuíram com mais do que com o conforto de carrascos alemães ou matando indiretamente pelo aparato burocrático do Reich: participaram do saque de bens e foram brutais com os judeus nos guetos da Polônia, Ucrânia e Bielorrússia. Estavam presentes em piqueniques nos campos de extermínio, não apenas oferecendo comida aos oficiais, mas também fazendo parte de assassinatos em massa.

"As Mulheres do Nazismo" desafia nossas convicções mais profundas: genocídio também é assunto de mulher e as evidências puderam ser escondidas por 70 anos. Consultora do Museu do Holocausto, a norte-americana Wendy Lower mostra, em As mulheres do nazismo, como uma geração de jovens alemãs enfermeiras, professoras, secretárias, entre outras anestesiadas pela propaganda hitlerista e movidas por um fervor nacionalista doentio enxergaram o nazismo como uma opção profissional ou quase matrimonial e colaboraram com o regime, sem vislumbrar os horrores que viriam depois. No livro, que foi finalista do National Book Award e ganhou destaque na imprensa internacional, Lower tenta decifrar o que levou tantas mulheres a se transformar em assassinas durante a Segunda Guerra Mundial, revelando uma faceta pouco conhecida do conflito.

HITLER DESAFIA A ORDEM MUNDIAL

ISBN-13: 9788562605017

ISBN-10: 8562605018

Ano: 2009 / Páginas: 144
Idioma: português 
Editora: Abril

No primeiro volume veremos como as severas imposições territoriais e econômicas do Tratado de Versalhes não só mantiveram viva a esperança de revanche dos países derrotados, como também prepararam o terreno para a crescente popularidade de seus críticos mais ferrenhos com Hitler desafiando a ordem mundial. O volume 01 brinda o leitor com as excessivas exigências do Tratado de Versalhes, a Crise Econômica e suas consequências, a expansão nipônica entre outros.



A Coleção 70º Aniversário da II Guerra Mundial celebra os 70 anos da declaração de guerra dos aliados à Alemanha, no dia 3 de setembro de 1939. Lançamento mundial, traz 30 volumes com fotos, mapas e infografias que explicam as origens da Segunda Guerra, o seu desenrolar até o desfecho final. É a coleção definitiva para quem quer conhecer os personagens, as estratégias, as batalhas, os armamentos, os números e todas as informações relevantes do maior conflito do século 20.

AS GAROTAS DA CIDADE ATÔMICA

ISBN-13: 9788582402061

ISBN-10: 8582402066

Ano: 2015 / Páginas: 384
Idioma: português 
Editora: Benvirá

Agosto de 1945. A bomba atômica lançada nas cidades de Hiroshima e Nagasaki, no Japão, deu um fim à Segunda Guerra Mundial e alterou os rumos da política internacional na segunda metade do século XX. Mas a bomba só foi desenvolvida graças ao famoso Projeto Manhattan, codinome de um plano secreto criado nos Estados Unidos para enriquecer urânio e criar bombas para uso bélico. O que pouca gente sabe, porém, é que por trás de muitos cientistas e generais importantes, que entraram para a história ao administrar o Projeto, havia inúmeros anônimos trabalhando com afinco – entre eles, muitas mulheres, atuando em cargos como secretárias, estatísticas, químicas ou mesmo ajudantes de limpeza. Recém-formadas no ensino médio ou já graduadas na faculdade, essas mulheres foram recrutadas em todo o país e encaminhadas à cidade secreta de Oak Ridge, sede do Projeto. Ao chegar lá, se surpreendiam com a lama que tomava conta das ruas, as habitações simples e apertadas, a vigilância por toda a parte. Porém, os bons salários e a chance de contribuir de alguma forma para o fim da guerra – e de ajudar a trazer seus entes queridos para casa – faziam tudo valer a pena. Mas qual era o real propósito do trabalho que executavam lá? Para que serviam os botões que apertavam e as contas que faziam? Poucas sabiam. 



A finalidade do misterioso Projeto Manhattan só seria divulgada ao mundo – e inclusive aos moradores de Oak Ridge – depois do lançamento da bomba. Quem diria que o mais ambicioso projeto de guerra da história militar americana estava escondido numa pequena cidade no meio do estado do Tennessee? Resultado de sete anos de pesquisa da jornalista Denise Kiernan, este livro capta o espírito de uma época com base nos relatos de mulheres que viveram e trabalharam em Oak Ridge, bem como em documentos e fotos do período, resgatando da obscuridade um capítulo frequentemente esquecido nos livros de história.

O GRANDE CULPADO

ISBN-13: 9788520429068

ISBN-10: 8520429068

Ano: 2010 / Páginas: 400
Idioma: português 
Editora: Amarilys

Stálin planejava atacar a Alemanha e provocar a Segunda Guerra Mundial em agosto de 1941. Nessa data, imaginava ele, todo o esforço soviético a fim de formar o exército mais moderno da História estaria concluído. O serviço de espionagem da Alemanha informou Hitler sobre esses planos. Stálin fez todo o possível para conseguir seu intento antes que governo nazista pudesse reagir, inclusive fingiu aliar-se ao inimigo. Os esforços foram em vão. Em 22 de junho de 1941 o exército alemão invadiu a União Soviética.



Solucionar enigmas é uma das paixões de Viktor Suvorov. Essa paixão, aliada ao conhecimento e prática inerentes à sua formação militar, o levaram a questionar o modo como a União Soviética agiu antes e durante a Segunda Guerra Mundial e o papel de Joseph Stálin em toda a trama. Levaram-no também a estudar e descobrir todas as facetas do ditador com perfil de um gênio maquiavélico, um líder obcecado pela revolução comunista internacional a qualquer preço. Viktor Suvorov baseia-se em documentos até então secretos dos arquivos da ex-URSS para trazer à tona os bastidores do conflito, apontando contradições nas narrativas históricas mais célebres sobre o período da Segunda Guerra Mundial.

O BURACO DA AGULHA


Este clássico de espionagem ambientado na Segunda Grande Guerra é repleto de tramas mirabolantes e intrigas internacionais. Um brilhante espião alemão, de codinome Agulha, corre contra o tempo para descobrir o segredo dos aliados e aniquilá-los. O espião fará de tudo, até mesmo tentar matar a bela inglesa por quem se apaixona, para conseguir seu intento e ajudar a Alemanha a vencer a guerra. Mas o seu grande engano foi não contar com a perspicácia da mulher. Os dias turbulentos que antecederam o desembarque na Normandia, o famoso Dia D, e um ritmo muito acelerado fazem desse suspense um hipnotizante thriller psicológico. 
A BATALHA DE MOSCOU 

ISBN-13: 9788572447928

ISBN-10: 857244792X

Ano: 2013 / Páginas: 352
Idioma: português 
Editora: Contexto

Em plena Segunda Guerra Mundial, no outono de 1941, dois exércitos gigantescos lutaram ferozmente nas estradas que levavam a Moscou. No campo de batalha, o comando estava nas mãos dos tiranos Adolf Hitler e Joseph Stalin, que davam ordens sem hesitar em mandar milhares para a morte.





BBC História 11 - Segunda Guerra Mundial


Dias decisivos de um embate terrível: - Pearl Harbor - Dia V - Dia D - Hiroshima E mais: - Detalhe do cruel massacre de milhões de civis; - As frustradas tentativas de exterminar Hitler - A controversa aliança de Churchil e Stalin - Testemunhos de pessoas que se salvaram por pouco




CRETA

ISBN-13: 9788501074553

ISBN-10: 8501074551

Ano: 2008 / Páginas: 462
Idioma: português 
Editora: Record

Do mesmo autor de A batalha pela Espanha, narra em detalhes a história da rendição da Grécia, da Batalha de Creta e da resistência cretense de 1941 a 1945. A campanha em Creta foi singular em muitos aspectos. Por exemplo, marcou a invasão a uma ilha por ar, fato então sem precedente na história das guerras. Com passado militar, Antony Beevor escreve sobre o confronto com olho de soldado e insight de historiador.

ENQUANTO O DITADOR DORMIA...

ISBN-13: 9788520919859
ISBN-10: 8520919855
Ano: 2007 / Páginas: 464

Idioma: português
Editora: Nova Fronteira

Em 1995, Jack Gil Mascarenhas, 85 anos, filho de mãe portuguesa e pai inglês, dono de companhia de navegação, volta a Lisboa, depois de mais de 50 anos longe da cidade, para participar do casamento do neto. Em 1941, Jack Gil vivia numa Lisboa que era considerada um oásis de tranqüilidade na Europa castigada pelos horrores da Segunda Guerra Mundial. A aparente neutralidade portuguesa no conflito, garantida com mão de ferro pelo ditador Antônio de Oliveira Salazar, não conseguia abafar completamente uma Lisboa paralela, que funcionava nas sombras da capital oficial e era freqüentada por comunistas, ingleses, alemães, apoiadores de Salazar e amigos do ditador. Estes últimos, apesar de gozarem da intimidade do líder, não deixavam, contraditoriamente, de admirar o perfil liberal do primeiro-ministro inglês Winston Churchill. Esta Lisboa cheia de contradições despertava para o máximo de seu vigor quando Salazar, conhecido por dormir pouquíssimo, finalmente se deitava. "Enquanto o ditador dormia..." fala de amores fugazes em tempos de incerteza e recupera a presença de Portugal na Segunda Guerra Mundial. No livro, o leitor acompanha as lembranças que Lisboa desperta no protagonista. Misto de 007 e Casanova, de bufão e cronista histórico, Jack Gil é, sobretudo, o representante das contradições de um país que permitia a coexistência frágil dos dois lados da guerra. Esta convivência de diversas ideologias era vigiada de uma distância estratégica por Salazar. Quase onipresente, o ditador alimentou a lenda de que multiplicava seus olhos e ouvidos por cada viela de Portugal. Sem dormir jamais.

HISTÓRIAS CURIOSAS DA SEGUNDA GUERRA MUNDIAL

ISBN-13: 9788537009154

ISBN-10: 8537009156

Ano: 2014 / Páginas: 320
Idioma: português 
Editora: Madras

A Segunda Guerra Mundial é um período histórico repleto de eventos de todos os tipos. Contudo, os historiadores se ocuparam extensivamente com as campanhas militares ou as estratégias políticas, estudaram as forças combatentes e descreveram as batalhas, mas deixaram de lado aquelas histórias que fazem desse conflito uma fonte inesgotável de surpresas.



Descubra os aspectos menos conhecidos da Segunda Guerra Mundial, mas que marcaram o dia a dia desse turbulento período histórico. O papel que tiveram os animais mostrando um valor inusitado no campo de batalha e que foram condecorados por isso; o interesse pela arte e a cultura ou a vida cotidiana no front proporcionam uma infinidade de capítulos curiosos; enquanto alguns soldados se dedicavam a beber o combustível das bombas aéreas ou dos torpedos, outros fabricavam sorvetes em seus aviões durante as missões de bombardeio ou destilavam bebidas alcoólicas nas salas de máquinas de seus barcos.

Estas páginas dão espaço a uma miscelânea de histórias curiosas, como a origem do espaguetti a carbonara ou o infeliz destino dos barcos de Mussolini ou Goering. Além disso, o leitor se surpreenderá ao saber como Eisenhower, ao chegar à presidência dos Estados Unidos, copiou as rodovias nazistas ou como Hitler gostava de ver O Grande Ditador, de Chaplin...

Grande Crônica Da Segunda Guerra Mundial- Volume 1

Ano: 1982 / Páginas: 484

Idioma: português 

Editora: Seleções Do Reader's Digest

A Europa despertou da primeira guerra mundial como de um pesadelo.Para que tanto heroísmo se nunca triunfa a paz?uma vaga de pacifismo invadiu os ânimos,atormentados pelo ciclo infernal de violência e ruínas;era preciso que fosse a última aquela guerra atroz,"a última das guerras",cedendo o passo à paz tão ansiosamente esperada durante as sombrias horas do combate.Os dirigentes das grandes nações beligerantes tinham-no prometido solenemente aos seus povos.Esforçavam-se por cumprir a palavra dada.Mas a história,cujo curso pretendiam tão ambiciosamente dominar,breve acelerou o ritmo da sua marcha e rompeu,um atrás do outro,os diques destinados a contê-la.O isolacionismo dos Estados Unidos,a debilidade da Sociedade das nações,a inquietante ascensão para o poder das ditaduras totalitárias,eram outros tantos fracassos para os políticos das democracias ocidentais,que desesperadamente se agarravam à letra dos tratados e convênios.Apesar disso,outra vez o mundo volta a incendiar-se:na China,na Etiópia,na Espanha,onde se enfrentam já os inimigos de amanhã.Pode continuar a falar-se de paz numa Europa que vê ressurgir,ameaçadores,os fantasmas do terror?

A GUERRA CIVIL DA ESPANHA

ISBN-13: 9788572447935

ISBN-10: 8572447938

Ano: 2013 / Páginas: 336
Idioma: português 
Editora: Contexto

A Guerra Civil Espanhola começou em 1936 e logo se tornou um acontecimento mundial. Não só porque a Europa toda parecia um barril de pólvora prestes a explodir: na Espanha, Hitler e Stalin mediram forças, comunismo e fascismo se enfrentaram, soldados voluntários originários de muitas nações foram ao país defender a causa republicana. Não é errado dizer que, além de ter sofrido uma sangrenta guerra civil, a Espanha foi palco do último ensaio antes da Segunda Guerra Mundial (1939-1945). Contudo, ainda que tenha ganhado o mundo, uma guerra civil é uma batalha entre conterrâneos, entre grupos do mesmo país. E, no caso da Guerra Civil Espanhola, todo tipo de questão veio à tona de modo muito intenso: religião, conflito de classes, interesses corporativos, luta pela reforma agrária, ideias de supremacia cultural e de identidade nacional, utopias. Tudo isso somado às manobras dos interesses individuais mais mesquinhos. Neste livro, o historiador espanhol radicado no Brasil Josep M. Buades relata em detalhes o antes, o durante e o pós-guerra, sempre de forma equilibrada, evitando que convicções pessoais interfiram em seu trabalho de pesquisador. O autor escreve especialmente ao leitor brasileiro e, por isso, retrata também as consequências e repercussões que o conflito produziu por aqui. E nos lembra que, depois da Guerra Civil Espanhola, as guerras nunca mais foram as mesmas. Foram ainda piores.

A SEGUNDA GUERRA MUNDIAL

ISBN-13: 9788570565303

ISBN-10: 8570565305

Ano: 2002 / Páginas: 92
Idioma: português 
Editora: Atual

A derrota do nazismo e do fascismo significou o fim dessas ideologias? Esta obra crítica e desmistificadora acompanha os caminhos do apocalipse e examina a herança que a guerra deixou. Com este livro o estudante poderá entender a origem dos problemas que assolam o mundo e avaliar as conseqüências do conflito mais degradante da história da humanidade.


DIVISÕES PANZER — PUNHOS DE AÇO

Ano: 1974 / Páginas: 160

Idioma: português 

Editora: Renes

Confiantes por já terem batido o exército alemâo em 1918, os exércitos da Europa Ocidental voltaram à luta, contra seu antigo inimigo, em maio de 1940 - e em poucos dias estavam prostrados diante de uma arma numericamente inferior, mas tecnicamente revolucionária - as Divisões "Panzer".





SOLDADOS FANTASMAS

ISBN-13: 9788528611359

ISBN-10: 8528611353

Ano: 2005 / Páginas: 350
Idioma: português 
Editora: Bertrand Brasil

Em 28 de janeiro de 1945, 121 soldados do 6º. Batalhão de Rangers do Exército Norte-americano se puseram sorrateiramente atrás das fileiras inimigas nas Filipinas com a missão de marchar quase 50 km, numa tentativa de resgatar 513 prisioneiros de guerra Norte-americanos e Britânicos, detidos durante 3 anos num infernal campo de prisioneiros, próximo da cidade de Cabanatuan. A viva e minuciosa narrativa da operação de ataque e a descrição das experiências martirizantes que Hampton Sides faz são magistrais. Soldados Fantasmas é muito mais que uma impressionante saga de guerra.

IRMÃS EM AUSCHWITZ

ISBN-13: 9788579308888

ISBN-10: 8579308887

Ano: 2015 / Páginas: 406
Idioma: português 

Irmãs em Auschwitz é escrito com simplicidade e graça E o sentimento avassalador que nos toma ao finalizar a leitura é um triunfo: ainda é possível encontrar altruísmo e união entre pessoas que vivem em um lugar de horror implacável. - Los Angeles Times Book Review Uma das poucas pessoas a se entregar voluntariamente para o exército alemão e ir a um campo de concentração quando ainda se acreditava que eram apenas campos de trabalho Rena Kornreich fez parte do primeiro transporte em massa de judeus para Auschwitz e sobreviveu ao campo nazista por mais de três anos, junto a sua irmã mais nova Danka. Juntas, ambas tiveram de ser resilientes a cada a perversidade vivenciada durante o período de aprisionamento. E, a despeito da iminência da morte, das doenças, das surras e do trabalho forçado, os relatos de Rena a respeito da convivência entre as prisioneiras nos garantem que a empatia emergida dentro de cada dormitório e de cada grupo de trabalho encorajou essas mulheres a permanecerem unidas até que Auschwitz fosse libertado e suas vidas fossem devolvidas para sempre.

A LISTA DE SCHINDLER

ISBN-13: 9788561501426

ISBN-10: 8561501421

Ano: 2010 / Páginas: 277
Idioma: português 

A verdadeira e mais completa história sobre a lista de Schindler, que salvou milhares da morte certa, contada por um sobrevivente e importante personagem deste drama, Mietek Pemper, que mesmo sendo judeu atuou como secretário de Amon Goth, o nazista que comandava o campo de concentração. Devido a sua importante atuação em toda a operação de salvamento ele foi consultor do filme a Lista de Schindler de Steven Spielberg. Pemper foi a única testemunha que poderia dar uma visão completa e precisa de operação de Schindler. Seu livro é cuidadoso e triste, contando o triunfo de ambos e da incapacidade de superar a dor.

DECIFRADORES DE CÓDIGOS

ISBN-13: 9788576355625

ISBN-10: 8576355620

Ano: 2009 / Páginas: 320
Idioma: português 
Editora: Larousse

Uma outra guerra, silenciosa e terrivelmente tensa, correu paralela à Segunda Guerra Mundial. Foi a guerra da espionagem e das comunicações, quando o sucesso muitas vezes dependia da captura de informações secretas e muito bem protegidas.

ARMAS DA INFANTARIA

Ano: 1974 / Páginas: 159

Idioma: português 

Editora: Renes

É a arma pessoal do soldado - o fuzil, a carabina, a pistola ou a submetralhadora - que decide o combate, a batalha e a guerra. Antes da Segunda Guerra Mundial, o infante não usou armas tão sofisticadas e poderosas. Mas também não tivera de derrubar aviões ou destruir tanques. E a "Rainha das Armas" jamais possuiu tão magníficas "jóias".




MARÉ ALTA

ISBN-13: 9788528614985

ISBN-10: 8528614980

Ano: 2011 / Páginas: 630
Idioma: português 
Editora: Bertrand Brasil

Maré Alta é a mais comovente crônica da nova geração sobre a Segunda Guerra Mundial. Com proximidade realista, detalhes históricos meticulosos e pontos de vista abrangentes, Shaara descreve os eventos significativos e crescentemente dramáticos que empurraram os EUA para o vórtice desse conflito monumental. Com cenas inesquecíveis de batalhas nos desertos implacáveis do norte da África e no interior acidentado da Sicília, Shaara narra a história pelas vozes das figuras mais heroicas do conflito. Do autor, a Bertrand Brasil publicou Até o Último Homem.

A GUERRA CHEGA AOS BALCÃS

Ano: 2009 / Páginas: 144

Idioma: português 

Editora: Abril

A Coleção 70º Aniversário da II Guerra Mundial celebra os 70 anos da declaração de guerra dos aliados à Alemanha, no dia 3 de setembro de 1939. Lançamento mundial, traz 30 volumes com fotos, mapas e infografias que explicam as origens da Segunda Guerra, o seu desenrolar até o desfecho final. É a coleção definitiva para quem quer conhecer os personagens, as estratégias, as batalhas, os armamentos, os números e todas as informações relevantes do maior conflito do século 20.



O LONGO INVERNO 

ISBN-13: 9788501077592

ISBN-10: 8501077593

Ano: 2008 / Páginas: 347
Idioma: português 
Editora: Record

O longo inverno' conta como um pequeno pelotão de inteligência americano, após resistir a três investidas alemãs durante a Segunda Guerra Mundial, foi capturado e levado a um campo nazista de prisioneiros. Alex Kershaw narra em detalhes a sobrevivência dos 18 militares que integravam o grupo e como ele se tornou o pelotão mais condecorado da história do confronto.

ESTADO SECRETO

ISBN-13: 9788539006908

ISBN-10: 8539006901

Ano: 2015 / Páginas: 448
Idioma: português 
Editora: Objetiva

Estado Secreto é um dos primeiros registros do assassinato sistemático dos judeus na Alemanha nazista e está entre os relatos mais comoventes da Segunda Guerra Mundial. Publicado em 1944, o clássico ganha sua primeira edição brasileira.



Após a invasão alemã da Polônia, o governo local é transferido para Londres, e o jovem diplomata Jan Karski recebe a missão de mensageiro entre o governo polonês no exílio e a resistência interna. Durante seu encargo, ele é capturado, torturado e, depois de um resgate épico, entra clandestinamente no gueto de Varsóvia. Disfarçado de guarda, infiltra-se num campo de concentração. Quando consegue chegar a Londres, em 1942, torna-se a primeira testemunha ocular dos horrores do Holocausto. 

NA IMINÊNCIA DO EXTERMÍNIO

ISBN-13: 9788531613043

ISBN-10: 8531613043

Ano: 2015 / Páginas: 520
Idioma: português 
Editora: Cultrix

Este livro se concentra nos próprios judeus e não em seus perseguidores, e demonstra que, ao contrário do que se acreditava até agora em termos historiográficos, havia uma crescente conscientização da parte dos judeus de que eles se encontravam à beira de um abismo. Na 'Iminência do Extermínio' recapitula as tristezas e as glórias da última fase da história de 2000 anos dos judeus europeus. Mostra as suas esperanças e ansiedades, relações sociais e criatividade intelectual, valores e instituições, música, literatura e arte - tudo o que tornava a vida significativa e suportável para eles. O autor introduz um conjunto cosmopolita de personagens - líderes políticos, boxeadores, rabinos, sionistas, donas de casa, empresários, mendigos, comediantes - e crianças sem futuro.

UMA MULHER EM BERLIM

ISBN-13: 9788501079398

ISBN-10: 8501079391

Ano: 2002 / Páginas: 290
Idioma: português 
Editora: Record

O comovente e trágico diário de uma jovem berlinense, escrito entre 20 de abril de 1945 e 22 de junho do mesmo ano, durante a invasão e conseqüente ocupação russa da capital alemã. Em um relato preciso e emocionante, a autora descreve a vida miserável que levou e os repetidos estupros que sofreu durante esse período. A morte da autora em 2001 suscitou o interesse dos leitores, e o livro foi relançado em vários países.


O ZOOLÓGICO DE VARSÓVIA

ISBN-13: 9788595080577

ISBN-10: 8595080577

Ano: 2017 / Páginas: 296
Idioma: português 

Jan e Antonina Zabinski eram os encarregados cristãos do Jardim Zoológico de Varsóvia quando, no início da Segunda Guerra Mundial, a Alemanha invadiu a Polônia, e os bombardeios que destruíram a cidade mataram boa parte dos animais. O casal passou, então, a esconder judeus nas celas vazias, aproveitando a obsessão dos nazistas por animais raros e com isso salvou mais de trezentas pessoas condenadas. Sua história, no entanto, desapareceu por entre as frestas da 'grande' História, como às vezes acontece com os atos de compaixão radical e extrema coragem. Este livro de Diane Ackerman é o testemunho poderoso dessa coragem, uma história que celebra, com rara sensibilidade, a beleza, o mistério e a tenacidade do espírito humano e da própria vida.



CANÇÕES DE NINAR EM AUSCHWITZ

ISBN-13: 9788569809470

ISBN-10: 8569809476

Ano: 2016 / Páginas: 224
Idioma: português 
Editora: Harper Collins

Neste livro, Mario Escobar conta a trajetória real de uma família que passou 16 meses encarcerada em um campo de concentração nazista. Helene Hannemann era alemã, mas mesmo assim optou por partir para Auschwitz junto de seu marido e os cinco filhos com ascendência cigana quando os policiais da Gestapo bateram à sua porta. Por ser enfermeira, mas, sobretudo, alemã, Helene foi escolhida pelo médico Josef Mengele, mais tarde conhecido como ‘O Anjo da Morte’, para ser a diretora do jardim de infância do campo. No final da guerra, entre os papéis de Mengele, foi encontrado o diário que Helene manteve durante todo o seu período no campo de extermínio. Tendo como base a infeliz história daquela família, o autor nos emociona e surpreende ao narrar os medos, privações, torturas e até mesmo histórias de superação que milhares de pessoas vivenciaram sob o poder dos nazistas.

O VOO DA VESPA

ISBN-13: 9788532516237

ISBN-10: 8532516238

Ano: 2003 / Páginas: 455
Idioma: português 
Editora: Rocco

Considerado um dos mestres das tramas de suspense e espionagem, Ken Follett escolheu para seu mais novo livro, O Vôo da Vespa, o período das lendárias batalhas aéreas entre britânicos e alemães na Segunda Guerra Mundial, um terreno fértil em intrigas, estratégias e aventuras arriscadas, como a que dá título ao livro. No caso, é preciso levar fotos ultra-secretas de uma instalação nazista da Dinamarca para a Inglaterra num verdadeiro teco-teco, o Hornet Moth; caso contrário, a guerra pode estar perdida para os aliados.

U-507

ISBN-13: 9788580131215

ISBN-10: 8580131219

Ano: 2012 / Páginas: 350
Idioma: português 
Editora: Schoba

Entre os dias 15 e 17 de agosto de 1942, o submarino alemão U-507 torpedeou cinco navios brasileiros na costa nordestina, entre Sergipe e Bahia. O Brasil, que até então se declarava neutro, mas sem constrangimento colaborava com o esforço de guerra norte-americano, de repente viu-se obrigado a abandonar a sua cômoda posição de país não-beligerante. Diante da revolta da população, que saiu às ruas em protesto, depredando estabelecimentos comerciais pertencentes a imigrantes alemães, italianos e japoneses, o presidente Getúlio Vargas declarou guerra ao Eixo poucos dias depois. A partir de entrevistas com sobreviventes e de uma extensa pesquisa bibliográfica realizadas ao longo de três anos, o livro reconstrói aqueles dias sangrentos, mostrando o drama dos mais de 600 brasileiros mortos nos afundamentos dos mercantes Baependy, Araraquara, Aníbal Benévolo, Itagiba e Arará. Náufragos devorados por tubarões, sobreviventes vagando por mais de dois dias sem água ou comida e a menininha que sobreviveu ao afundamento do Itagiba boiando por horas dentro de uma caixa de madeira vazia. Todas essas histórias são contadas em detalhes em U-507 - O Submarino..., o relato mais completo já publicado sobre esta importante página da história brasileira, repleta de dor, sofrimento, indignação e, sobretudo, heroísmo.

INIMIGO JUDEU

ISBN-13: 9788572838443

ISBN-10: 8572838449

Ano: 2014 / Páginas: 392
Idioma: português 
Editora: Edipro

A experiência política do nazismo na Alemanha representou a face mais nefasta do fenômeno identitário ao conceber - com bases étnicas e raciais - um padrão ideal e fechado de povo alemão. Padrão este que não permitia a inclusão ou a simples (co)existência daqueles indivíduos considerados diferentes, e fora dos padrões raciais nazistas, no seio da sociedade alemã do Terceiro Reich (1933-1945). Dessa forma, um dos fundamentos da ideologia nazista foi a nítida contraposição entre aqueles que faziam parte da Volksgemeinschaft (Comunidade do Povo) e aqueles considerados como o "Outro", que, por meio de uma ação violenta e agressiva do regime nazista, deveriam não apenas ser combatidos, mas excluídos socialmente e eliminados fisicamente da comunidade nacional. O nazismo tinha como um de seus princípios fundamentais a missão de "embelezar" o mundo, que, em tempos anteriores, havia sido resplandecente em beleza. Na ótica nazista, a miscigenação e a degeneração o teriam transformado em ruínas, e só com o retorno aos velhos ideais a sociedade poderia florescer novamente. Para isso, o regime nazista desenvolveu um imenso aparato propagandista, ideológico e repressivo tanto para doutrinar e enquadrar os membros da Comunidade do Povo quanto para discriminar aqueles que não se encaixavam no modelo ideal de alemão concebido pela ideologia nazista. Nesse sentido, Inimigo judeu é tanto uma contribuição bem-vinda à discussão historiográfica sobre a propaganda nazista e seus métodos quanto um livro sui generis.


Por que o antissemitismo europeu, especialmente o alemão, que até então nunca havia levado a uma tentativa de assassinar todos os judeus da Europa, tentou fazê-lo entre 1941 e 1945, em meio à Segunda Guerra Mundial? O que mudou para que o antissemitismo se tornasse um método de assassinato em massa em vez de apenas uma continuação dos padrões de perseguição que já existiam há tantos séculos? A resposta reside naquilo que Hitler e seus principais propagandistas e ideólogos tinham a dizer sobre a "questão judaica" no meio da guerra e do Holocausto e em suas tentativas de modelar a narrativa dos eventos por meio da propaganda na imprensa controlada. É de surpreender que, considerada a extensa literatura sobre o assunto, Inimigo Judeu seja o único livro a examinar em profundidade a paranoia antissemita presente no modo como os Nazistas relatavam a guerra mundial. 

A COLABORAÇÃO

ISBN-13: 9788544100523

ISBN-10: 854410052X

Ano: 2014 / Páginas: 368
Idioma: português 
Editora: LeYa

Para continuar a fazer negócios na Alemanha após a ascensão de Hitler ao poder, os estúdios de Hollywood concordaram em não fazer filmes que atacassem os nazistas ou que condenassem a perseguição aos judeus na Alemanha. Ben Urwand revela esse acordo pela primeira vez - uma "colaboração" (Zusammenarbeit) que envolveu um elenco de personagens que ia desde conhecidos líderes alemães, como Goebbels, até ícones de Hollywood, como o diretor do estúdio Metro-Goldwyn-Mayer (MGM), Louis B. Mayer. 



No centro da história de Urwand está o próprio Hitler, que tinha obsessão por filmes e reconhecia o grande poder desse veículo em moldar a opinião pública. Em dezembro de 1930, seu partido promoveu manifestações de rua contra a projeção em Berlim do filme "Nada de Novo no Front", o que desencadeou uma malfadada série de eventos e decisões. Com receio de perder acesso ao mercado da Alemanha, todos os estúdios de Hollywood fizeram concessões ao governo alemão e, quando Hitler chegou ao poder em 1933, os estúdios - muitos deles chefiados por judeus - passaram a negociar diretamente com seus representantes.

Urwand mostra que esse arranjo foi mantido durante toda a década de 1930, e que os estúdios de Hollywood reuniam-se regularmente com o cônsul alemão em Los Angeles para mudar ou cancelar filmes segundo a vontade dele. A Paramount e a Fox investiram os lucros obtidos com o mercado alemão em noticiários daquele país, enquanto a MGM financiou a produção de armamentos para a Alemanha. A partir da pesquisa minuciosa de documentos nunca antes examinados, "A Colaboração" levanta a cortina de um episódio da história de Hollywood - e dos Estados Unidos - que até agora ficara oculto.




Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.