Ads Top

"Me diga quem eu sou", Helena Gayer lançará livro sobre transtorno bipolar


Título original: ME DIGA QUEM EU SOU
Páginas: 120
ISBN: 9788547000349

Como num grito de alerta, Helena Gayer transmite as nuanças de uma pessoa apunhalada pelo transtorno bipolar. Com crueza, minúcia e fervor, a autora narra seus mergulhos ora em depressão ora em mania e as muitas experiências por que passou, correndo risco de morte e abusos. Ao se abrir e descrever com detalhes as inúmeras tentativas de ter uma vida normal, os episódios de completa alienação e as internações, ela deixa escapar, a cada linha, um pedido tênue, uma súplica fugaz, para que tenhamos um olhar mais apurado em direção à pessoa, não só à doença. Helena nos apresenta um relato íntimo sobre como é viver, sobreviver e constantemente se rearranjar nessa realidade tão dura e tantas vezes negligenciada. Diagnosticada aos 21 anos, ela remove e nos mostra cada estilhaço de sua trajetória, enquanto seguimos com ela numa jornada de dor e descoberta, mas, acima de tudo, de superação.

Em um texto comovente e perturbador, percorremos os altos e baixos da vida da gaúcha Helena Gayer.
De forma crua, com tato e sem máscaras, Helena Gayer nos teletransporta para um universo paralelo acerca do desespero mascarado nas nuances de quem muda a todos instante a forma de pensar, agir e principalmente de sentir. "Me diga quem eu sou", é seu livro de estréia que aborda as questões mais profundas de alguém que narra as minucias e percalços de quem está sempre a mercê de um transtorno bipolar.

O livro será lançado este ano através do selo "Companhia das Letras" e está previsto para o dia 14. Dotada de uma sutileza sem precedentes para narrar fatos e abordar questões cruciais para desenvolvimento e entendimento acerca de transtorno bipolar, Helena Gayer nos leva à um universo onde podemos notar sua visão transformadora e revolucionária acerca de sua habilidade promissora em relatar fatos e registrar momentos entre o antes e o depois de um surto bipolar.

Em quase como que um grito, poderemos sentir o desespero de quem lutava contra sintomas para estabelecer-se no meio social de forma natural, entenderemos, compreenderemos e enxergaremos além das fronteiras daquilo o que nos é imposto em tópicos sobre a vida de Helena e sua tentativa em encaixar sua vida nos padrões que a vida lhe impõe.

Helena nos apresenta um relato íntimo sobre como é viver, sobreviver e constantemente se rearranjar nessa realidade tão dura e tantas vezes negligenciada. Uma visão dura e abrangente sobre um tópico que muitos dizem ser banal.

Talvez livros como este, impulsionem pessoas com histórias como esta à libertassem e colocar tudo para fora no papel.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.