Ads Top

Sobre a fragilidade das cores


Certo dia me encontrei com um garoto chamado Gabriel, ele compactuava comigo de alguns pensamentos acerca da sexualidade e religião. Assim como eu, pensou diversas vezes em suicídio pois acreditava cegamente que estava fadado ao inferno, porém, não se suicidava pela religiosidade extrema e por ter ciência de que isso seria um pecado contra o templo do Espírito Santo, e que talvez fosse melhor padecer em pecado aguardando o julgamento divino, do que simplesmente tirar a própria vida e não fazer parte do reino de Deus, daquele que sempre nos deu alívio, nos deu asas e nos permitiu fazer todas as nossas vontades, inclusive aquelas que não estavam no centro de seu coração.

Em uma de nossas conversas chegamos a cogitar a hipótese de que talvez a resposta não estivesse ligada apenas às sagradas escrituras, mas também dentro de nós mesmos e de nossas virtudes, precisávamos compreender o que estava acontecendo conosco e com nosso interior — Ó Deus, o que será de nós, seres mortais, destinados ao inferno sem a sua piedade? Ou melhor, quem disse que estamos fadados ao inferno? A vontade de Deus é boa perfeita e agradável, porém, os homens são terrenos, possuem corações impuros e tudo o que eles mais desejam é nos fazer acreditar que suas vontades e ideologias são maiores que as vontades de Deus, ou seja, podemos afirmar que a vontade do homem é mais baseada em seus interesses no que de fato, na palavra daquele que nos criou.

Alguém criado em um ambiente eclesiástico apaixona-se perdidamente por outro alguém do mesmo sexo, e ai começa todo um processo de martírio pessoal, agregando dor e o valor dos sentimentos de uma vida em um único momento de fraqueza. Afinal, qual é o problema em se amar alguém do mesmo sexo? Espelho das cores irá nos proporcionar uma experiência de outro mundo com relação ao que somos e seremos se aceitarmos a nós mesmos antes de aceitar as informações e opiniões que vem de fora, daqueles que nos cercam e nos julgam precipitadamente.

Gabriel é só mais um entre milhões de homens e mulheres por ai que precisam compreender a grandiosidade do amor de Deus, e compreender que antes do julgo, há o perdão, a compreensão e principalmente a vontade boa, perfeita e agradável. Gabriel é parte da criatividade de criar personagens cativantes da mente de Pedro Ivo, em seu livro "espelho das cores".

Espelho das cores foi lançado em 2015 e procura esclarecer detalhes, fatos e questões que surgem dentro de um determinado período de tempo entre religião e sexualidade, e claro, amor e perdão divino. Simplesmente um livro cativante, onde com toda e plena certeza o amor vence todas as barreiras. 

ISBN-13: 9788582210765
ISBN-10: 8582210760
Ano: 2015 / Páginas: 208
Idioma: português 
Editora: Litteris/ Quartica Premium

O livro traz a história de Gabriel, um adolescente comum que vai à escola, frequenta um grupo de jovens da igreja e perturba-se com a descoberta da paixão, causando um conflito inesperado entre sua sexualidade e as convicções de sua religião. Entre segredos prometidos e traições inesperadas, essa história trata sobre a descoberta da sexualidade e o conflito amoroso, religioso e familiar. Escrito em múltiplas linguagens e por diversas vozes, o romance dialoga com a atualidade em busca do entendimento do outro, da compreensão humana, que vemos cada dia menos acontecer.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.